Nutrição

A importância das cores da fruta numa alimentação saudável

Numa alimentação mediterrânica como a nossa, os produtos hortícolas e a fruta apresentam um papel preponderante.
Todos sabemos o quão fundamental é ter uma alimentação equilibrada, e a fruta é um dos elementos mais importantes nessa equação.
Numa alimentação mediterrânica como a nossa, os produtos hortícolas e a fruta apresentam um papel preponderante.

Na Roda dos Alimentos, dada a sua importância, representam um terço dos alimentos. No caso da fruta, destaca-se a sua riqueza e variedade de vitaminas, minerais e outros compostos bioativos, bem como o elevado teor em fibra. Tudo elementos essenciais ao bom funcionamento do nosso organismo.
Quanto mais colorido for o seu prato de fruta, melhor

São diversas as cores da fruta. E quanto mais coloridas e variadas forem as nossas escolhas, maior proveito tiramos dos vários nutrientes presentes na fruta.

Os compostos biologicamente ativos na fruta, também conhecidos como fitoquímicos, além de serem responsáveis por conferir determinadas características organoléticas, como é o caso da cor, também estão diretamente relacionados com os benefícios que nos proporcionam.


Fruta vermelha

O licopeno e os flavonoides conferem o vermelho à fruta e estão associados à redução do risco de doenças cardiovasculares, à ação antioxidante e à melhoria da memória. Encontramos estes compostos em frutas como o morango, framboesa, groselha, melancia ou romã.


Fruta laranja ou amarela

O betacaroteno, a luteína e a zeaxantina fazem parte de um grupo de fitoquímicos chamados carotenoides. São estes compostos que conferem o tom alaranjado ou amarelado a frutos como a manga, papaia, melão, ananás, laranja, pera, limão e pêssego.

Temos neste grupo frutos que podem contribuir para a saúde visual e cardiovascular, assim como para o normal funcionamento do sistema imunitário.


Fruta roxa

Na fruta roxa, como as amoras, mirtilos, uvas tintas, figos ou ameixas, são as antocianinas e os flavonoides que conferem a coloração.

Estes promovem a capacidade de proteção das células contra oxidações indesejáveis e contribuem para a prevenção de problemas cardiovasculares e para a melhoria da memória.


Fruta verde

Na fruta verde como o abacate, kiwi, uva e maçã, o pigmento responsável pela cor é a clorofila. Além da clorofila, estes frutos contêm também luteína e zeaxantina, carotenoides associados à proteção da saúde da visão.


Fruta branca

Fruta branca como a banana, anona, meloa ou a pera, apresenta uma concentração considerável de antoxantinas, responsáveis pela coloração destes alimentos.

Contribuem para a redução dos níveis de colesterol e controlo da pressão arterial – dois fatores importantes na prevenção de doenças cardiovasculares.


Esperamos que este artigo o tenha esclarecido sobre a importância da fruta numa alimentação saudável. Partilhe-o nas suas redes sociais para que outros também percebam a sua relevância.