Alimentos

Framboesas: corpo e mente saudáveis

Cheias de sabor e grandes aliadas da saúde, do corpo e da mente - assim são as framboesas. Descubra tudo sobre as vantagens e propriedades deste fruto.

Além de satisfazerem o paladar, as framboesas também saciam as necessidades nutricionais. Descubra todas as propriedades e benefícios das framboesas.


Os benefícios das framboesas

Sabia que as framboesas são um dos frutos com maior composição antioxidante, que ajuda prevenir o envelhecimento? O consumo regular de framboesas traz esta e outras vantagens para a saúde. Estas são as principais.

Manutenção do peso

Muito rica em fibra e com um valor energético reduzido, a framboesa contribui para prolongar a saciedade, sem aportar muitas calorias à refeição. São dois fatores importantes na manutenção do peso.

Regulação do trânsito intestinal

O consumo de framboesa, devido ao seu alto teor em fibra, contribui para o bom funcionamento do trânsito intestinal.

Efeito protetor

A framboesa tem um alto teor em vitamina C, que protege as células do organismo contra oxidações indesejáveis e promove o adequado funcionamento do sistema imunitário.

Ação antioxidante

Além do conteúdo considerável em vitamina C, a framboesa possui uma grande variedade de compostos com atividade antioxidante (ácido elágico, flavonoides, antocianinas, entre outros), que ajudam a atrasar o envelhecimento.

Por todos estes motivos, a framboesa é considerada um superalimento.  


Tipos de framboesas

Quando se pensa em framboesas, a cor vermelha é a que se associa a este fruto. No entanto, existem framboesas numa variedade de outras cores: podem ser amarelas, alaranjadas, rosa, púrpuras e pretas, por exemplo.

Ao contrário de muitos outros frutos, as framboesas verdes continuam a amadurecer depois de serem colhidas.

Mas para encontrarmos a origem de todas estas variedades temos de recuar muitos séculos e viajar milhares de quilómetros para oriente.


Origem das framboesas

Julga-se que a framboesa (Rubus idaeus L.) é originária da Ásia Menor, atribuindo-se aos romanos a propagação da planta por toda a Europa. 

A primeira menção registada relativa a framboesas foi encontrada num livro inglês sobre fitoterapia publicado em 1548.

A cultura da framboesa é considerada relativamente recente quando comparada com frutos como a maçã ou o pêssego, uma vez que o seu cultivo terá começado “apenas” há cerca de 450 anos.

Ao longo dos tempos, as framboesas adquiriam um significado simbólico em algumas culturas.
  • Nas Filipinas, há quem considere que pendurar um ramo destes frutos do lado de fora da casa ajuda a manter os maus espíritos afastados.
  • Na Alemanha, esses ramos são frequentemente amarrados ao corpo de um cavalo devido à crença de que isso pode acalmar o animal.
No que nos diz respeito, de entre os pequenos frutos, esta é a espécie mais cultivada em Portugal e o fruto mais exportado (em termos de valor) pelo nosso país.

O Fundão, o Sotavento Algarvio e o Sudoeste Alentejano possuem condições climáticas favoráveis à cultura deste fruto, o que leva a que atualmente tenhamos já framboesas de origem nacional disponíveis durante o ano inteiro.


Como consumir framboesas

As framboesas podem ser consumidas ao natural, em compotas, usadas no fabrico de bolos, tartes, gelados, iogurtes, sumos, licores, xaropes e até vinho.

A Organização Mundial de Saúde recomenda o consumo de pelo menos 400g de hortofrutícolas (fruta e hortícolas), o correspondente a 5 porções (preferencialmente 2 porções de fruta e 3 de hortícolas) destes alimentos, de forma a prevenir o aparecimento de doenças cardiovasculares. Uma porção de framboesas corresponde em média a 180g (uma mão).


Como escolher e conservar

Altamente perecíveis, as framboesas só deverão ser adquiridas um a dois dias antes do consumo. Escolha as que se apresentam mais firmes, com coloração brilhante e evite as que estejam moles e murchas.

Prefira adquiri-las já embaladas (é assim que estão disponíveis nas lojas Continente) e veja se não se apresentam esmagadas ou danificadas.

Se não for consumir as framboesas de imediato e para que não amadureçam demasiado nem percam o sabor, conserve-as no frigorífico. Se quiser conservá-las por mais tempo, coloque-as no congelador num saco de plástico hermeticamente fechado. As framboesas só deverão ser lavadas na altura do seu consumo, para evitar a perda do sumo da polpa.


Framboesas, deliciosa forma de proteger o organismo

Nas lojas Continente, as framboesas estão acondicionadas em embalagens (a melhor forma de proteger este delicado fruto) e são 100% portuguesas, na maior parte do ano: provenientes da Cova da Beira, no verão, e do Algarve, de outubro a maio.

Delicie-se com estas delicadas bagas vermelhas, aveludadas e suculentas, de sabor doce e suave.