Salada de pimentos
Alimentos

Pimento: explosão de cor

Os pimentos são coloridos, deliciosos e saudáveis. Promovem a imunidade do organismo e destacam qualquer receita. Descubra todos os benefícios para a saúde e como os preparar.

O pimento permite uma combinação de sabor, cor e valores nutricionais incomparável, que lhe confere vários benefícios para a saúde. Descubra como consumir e conservar e todas as vantagens de consumir pimentos.

Os benefícios dos pimentos

Usado na antiguidade para fins medicinais, sabe-se, à luz das investigações atuais, que os pimentos contêm substâncias que beneficiam o nosso organismo.

São ricos em vitamina C (mais até do que a laranja) e vitamina A, que protegem as células contra as oxidações indesejáveis e contribuem para o normal funcionamento do sistema imunitário.

São ainda fonte de vitamina B6, promovendo o bom funcionamento do sistema nervoso e função psicológica. Ajudam ao metabolismo das proteínas e do glicogénio e à normal formação dos glóbulos vermelhos.

Estas são as principais vantagens para a saúde.
  • Ação benéfica em certos tipos de cancro;
  • Prevenção de úlcera gástrica;
  • Estimulação do sistema imunitário e reprodutor;
  • Prevenção de doenças cardiovasculares;
  • Efeito protetor contra doenças do foro ocular, relacionadas com a idade;
  • Promoção da sensação de saciedade e regula o apetite;
  • Regulação do trânsito intestinal.
Ricos em fibra, os pimentos têm também um elevado teor de água, o que faz  baixar o valor energético. São, por isso, úteis para adicionar sabor e cor às refeições com poucas calorias.

Tipos de pimentos

Todos os tipos de pimentos nascem da mesma planta. São verdes se imaturos e amadurecem numa paleta de cores que passa pelo vermelho, amarelo, laranja, roxo, azulado e preto, entre outras. E é caso para dizer que a cada cor seu paladar, entre as três variedades existentes:
  • Amargos: pimentos verdes e roxos, com um sabor mais forte e agressivo;
  • Doces: pimentos vermelhos, laranja, amarelos e italianos, com um sabor mais suave;
  • Picantes: pimento padrão, lampião, malagueta e piripíri, cujo grau de pungência é variável entre os diversos tipos.
Em Portugal, no que diz respeito aos pimentos não picantes, comercializam-se sobretudo os vermelhos e os verdes, ambos de estufa ou de ar livre. As áreas de cultivo mais representativas são o Ribatejo, Coimbra e Póvoa de Varzim-Esposende. A nível mundial é a Ásia o maior produtor de pimentos, tanto doces como picantes.

Origem dos pimentos

Os pimentos (Capsicum annuum L.) são um vegetal da família das Solanáceas e parente da batata, da beringela e do tomate.

São originários da América do Sul e América Central e foram introduzidos na Europa durante o século XV, a partir de onde se espalharam por África e pela Ásia.

Os pimentos foram conquistando cada vez mais fãs devido à sua importância económica em termos agrícolas e à combinação de sabor, cor e valores nutricionais que apresentam.

A produção de vegetais da família Capsicum em vindo a crescer, sendo os pimentos picantes a especiaria mais consumida atualmente a nível mundial.

Como consumir pimentos 

Da América à Ásia, os pimentos têm o seu nome inscrito em cardápios simples e sofisticados, seja como acompanhamento ou ingrediente que enriquece e eleva o sabor dos cozinhados ou como protagonistas das mais variadas receitas. Podem ser apreciados recheados, em saladas, sopas, frittatas, pizas, geleias, molhos ou pickles. 

Crus, assados, grelhados, estufados, marinados, em conserva, salteados ou guisados, o sabor marcante (ligeiramente amargo, doce ou picante, conforme as variedades) e a textura crocante, não passam despercebidos e as suas cores também não.

Como escolher pimentos

Os pimentos são alimentos frágeis e, por isso, estragam-se facilmente. Os melhores apresentam uma consistência firme ao toque, a pele lisa e brilhante e cores vibrantes.

Existe ainda uma outra dica muito útil para usar na hora de escolher pimentos. O segredo é tão simples quanto observar o fundo do vegetal.
  • Se tiver 3 gomos, significa que é um pimento macho e tem um sabor mais doce.
  • Se tiver 4 gomos, é fêmea e tem um sabor mais intenso.
Em bom estado, os pimentos duram aproximadamente duas semanas no frigorífico, num recipiente de plástico. Podem ainda ser congelados, sendo necessária uma cozedura prévia  em água fervida, durante cerca de 3 minutos.

O que é que os pimentos têm?

Os pimentos apresentam um baixo porte calórico e são fonte de vitaminas A e C, fibras, potássio e ácido fólico. Além dos diferentes sabores e cores vibrantes, os pimentos cativam pelas propriedades benéficas para a saúde. Este é um alimento económico, versátil e um verdadeiro aliado para a imunidade. Inclua-os na dieta.