Alimentos

Batata: cultivar saúde

As batatas são ricas em minerais necessários para o bom funcionamento do cérebro e dos músculos. Descubra tudo sobre as vantagens e propriedades deste alimento.

Praticamente sem gordura e com muito pouca proteína, a batata proporciona excelentes benefícios para a saúde, tais como melhorar o estado nutricional, reduzir a tensão arterial, e fornecer energia. Descubra tudo sobre este alimento. 


As vantagens da batata

O consumo regular da batata tem vários benefícios para o organismo:

Saúde do coração

A batata é fonte de potássio e tiamina. O potássio contribui para a manutenção de uma pressão arterial normal e a tiamina ajuda ao normal funcionamento do coração, pelo que o consumo de batata poderá ser benéfico a este nível.

Regula o trânsito intestinal

Por ser fonte de fibra, a batata ajuda na regulação do trânsito intestinal.

Promoção de energia

As vitaminas B1 e B6, das quais a batata é fonte, contribuem para o normal metabolismo produtor de energia.

Recuperação muscular

A vitamina B6, presente na batata, contribui para o metabolismo normal das proteínas e do glicogénio, ajudando na recuperação muscular após o exercício. Para além disso, na sua ação, esta vitamina ajuda no metabolismo de produção de energia.

Ação antioxidante

A vitamina C tem o poder de proteger as células contra oxidações indesejáveis, e, portanto, a formação de radicais livres, prejudiciais ao organismo.

E pode encontrar estes benefícios em diferentes tipos de batata.


Tipos de batata

Originalmente encontradas nos Andes e na América do Sul, atualmente existem mais de quatro mil variedades comestíveis de batata.

Em Portugal, a campanha de batata tem início em maio e decorre até setembro, sendo que entre dezembro e fevereiro existe alguma produção de batata “estival” mas em pequena quantidade.

As batatas são normalmente classificadas pela cor da pele, que pode ser branca ou vermelha, mas também pela sua aptidão culinária: assar, cozer e fritar.


Batata da Montanha

Recentemente lançamos a Batata da Montanha das terras de Trás-os-Montes é um tipo de ímpar pelas suas características que lhe conferem sabor único. Por ser cultivada em altitude esta tem um poder de conservação acima da média. Encontra-se disponível de Outubro a Fevereiro.

As variedades utilizadas estão muito bem adaptadas às condições edafo-climáticas da região, a sua produção é feita de forma artesanal e sustentável.

As duas variedades produzidas têm características diferentes: a de pele branca (var. Kennebec) tem polpa branca e uma cozedura farinhenta, já a de pele vermelha (var. Desirée) tem polpa amarela e cozedura firme.


Breve história das batatas

Desconhecidas no Velho Continente até ao século XVI, há muito que as civilizações andinas produziam e consumiam este tubérculo. Os Incas, há cerca de sete mil anos, aperfeiçoaram o seu cultivo usando, inclusive, técnicas de irrigação.

Foram os conquistadores espanhóis, que por volta de 1590, ao regressarem das Américas, trouxeram com eles as batatas com que se tinham deparado no Peru. 
A porta de entrada deste alimento na Europa foi Espanha. Daí, expandiu-se para Itália, França e Alemanha, antes de conquistar o mundo.

Ao chegar a Portugal, a batata ficou conhecida como "castanha da terra", uma vez que desempenhou um papel importante na substituição desta nos nossos hábitos alimentares. Mas seria somente no século XVIII, graças ao farmacêutico do exército francês Antoine-Augustin Parmentier, que se reconheceu finalmente as potencialidades da batata.

Ao chegar a Portugal, a batata ficou conhecida como castanha da terra


Parmentier descobriu as suas qualidades nutritivas durante um período em que esteve preso. Quando regressou a casa tratou de popularizar o seu consumo, no que foi ajudado pela instabilidade política e consequente penúria que se seguiram à Revolução Francesa, em 1789.

No entanto, seria a fome que grassou em vários países europeus que viria a contribuir em definitivo para a popularidade da batata como alimento eficaz e barato.

A derradeira prova da sua importância foi "a grande fome da batata" que ocorreu na Irlanda em 1850 - onde o tubérculo era a base da alimentação da população. Quando uma praga dizimou os batatais do país, provocou cerca de um milhão de mortes e a emigração de outro milhão para os EUA.

Como consumir batatas

O uso culinário das batatas é muito diversificado. Hoje em dia são o quarto alimento mais consumido em todo o mundo, só perdendo para o trigo, o arroz e o milho.

As batatas podem ser cozidas, fritas, assadas, guisadas, salteadas, gratinadas, à murro, à parisiense, como base de sopas, recheadas, em puré e em soufflé, em bolos e broas, em croquetes e gnocchi, entre muitos outros.

Para escolher as melhores batatas, estas não devem apresentar sinais de desidratação, danos nem estar greladas ou esverdeadas. E devem ser conservadas à temperatura ambiente, em local fresco e arejado, ao abrigo da luz.

As batatas são um alimento com imensos benefícios

Apesar do alto índice glicémico da Batata lhe atribuir a fama de ser um alimento que engorda, se houver um equilíbrio com os outros alimentos só teremos vantagens na ingestão deste extraordinário tubérculo.

Descubra as diferentes variedades numa loja Continente mais perto de si.