Alimentos

Cogumelos: uma paixão global

Os cogumelos são uma iguaria muito apreciada em todo o mundo com benefícios inegáveis para a saúde. Descubra tudo sobre as vantagens e propriedades deste alimento.

De cores e formas variadas, os cogumelos são uma iguaria apreciada em todo o mundo. Grelhados ou em sopas, guisados ou assados, recheados ou em saladas, os cogumelos podem ser preparados de mil maneiras e feitios, mas são sempre uma escolha segura numa dieta saudável. Descubra todas as propriedades e benefícios deste alimento.

Os benefícios dos cogumelos

Estes são os principais benefícios do consumo de cogumelos para a saúde.

Redução de peso

Ricos em proteínas e fibras e com um baixo teor de gorduras (a maioria insaturadas), os cogumelos são excelentes aliados para quem procura perder peso.

Estimular o metabolismo

São ainda uma excelente fonte de minerais como o selénio, potássio e fósforo, e ricos em vitaminas do complexo B, como a vitamina B2 (riboflavina) e vitamina B3 (niacina), que ajudam a estimular o metabolismo, transformando os hidratos de carbono em “combustível” – a glicose – que o corpo utiliza para produzir energia.

Reforço do sistema imunitário

Sabe-se ainda que os cogumelos estimulam o sistema imunitário, com benefícios no tratamento complementar de várias doenças, nomeadamente alguns tipos de cancro, lúpus e hepatite, entre outras. Além disso, são ricos em antioxidantes, as substâncias que nos protegem dos radicais livres.

Tipos de cogumelos 

A literatura especializada menciona cerca de duas mil espécies potencialmente comestíveis de cogumelos, porém, apenas 25 são habitualmente utilizadas na alimentação humana e um número ainda menor é cultivado com propósitos comerciais.

Hoje os cogumelos estão presentes nos mais diversos pratos e o cogumelo branco, que continua a ser o mais consumido a nível mundial, já cedeu algum protagonismo ao Portobello, ao Pleurotus, ao Shimeji, ao Enoki e ao Shiitake.

Quando o cogumelo é tóxico, bastam pequenas quantidades para deixar sequelas ao nível dos sistemas digestivo e nervoso ou para causar a morte. Por isso se insiste que só os especialistas se devem dedicar à colheita de cogumelos silvestres.

Em Portugal, entre as espécies comestíveis mais procuradas na natureza destacam-se a Silarca, a Túbera, a Púcara, a Laranjinha, o Tortulho, o Boleto negro, a Sancha, a Cantarela e o Míscaro.

Breve história de cogumelos

Os cogumelos não são vegetais e muito menos frutas ou legumes, mas fungos que se reproduzem através da decomposição de resíduos orgânicos ou em associação com espécies vegetais. Há milhares de anos que são utilizados pelas civilizações de todo o mundo como alimento e com fins medicinais ou religiosos.

Em hieróglifos com quase cinco mil anos encontraram-se registos de que os egípcios acreditavam que os cogumelos lhes trariam a imortalidade. Os gregos antigos atribuíam-lhe propriedades mágicas que os dotavam de força para as batalhas e os romanos consideravam-nos iguarias dignas de alimentar os deuses.

Também na América Central, México e Guatemala as civilizações pré-colombianas os utilizavam nos seus rituais religiosos. Na China, os cogumelos são usados na medicina há milhares de anos e devido a essa tradição o país foi pioneiro no desenvolvimento de técnicas de fungicultura, promovendo o cultivo de diversas espécies que hoje estão difundidas em todo o mundo, como o Shiitake e o Seishi.

A forma como se reproduzem, o facto de aparecerem e desaparecerem de um dia para o outro e de muitos serem altamente tóxicos contribuiu para atribuir-lhes uma aura de mistério, surgindo frequentemente retratados em lendas de gnomos e duendes e histórias infantis.

É o caso do simpático cogumelo vermelho de pintas brancas representado no filme “Alice no País das Maravilhas”, que na realidade se trata do Amanita Muscaria, conhecido como “mata-moscas” e que possui propriedades psicoativas e alucinogénias.

Como consumir cogumelos 

O Cogumelo é um alimento muito apreciado na gastronomia portuguesa, podendo ser confecionado das mais variadas maneiras. Entre elas destacam-se  o Risoto, as saladas e os cogumelos salteados.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, diariamente dever-se-á promover o consumo de pelo menos 400g de hortofrutícolas (fruta e hortícolas), o correspondente a 5 porções destes alimentos (preferencialmente 2 porções de fruta e 3 de hortícolas), de forma a prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, obesidade e alguns tipos de cancro.

Escolha cogumelos sem pisaduras ou manchas negras e com o pé intacto. Conserve na gaveta inferior do frigorífico sem os lavar.

 
Conclusão: O que é que o cogumelo tem?

A versatilidade gastronómica, sabor único e benefícios para a saúde fazem com que os cogumelos sejam apreciados por todo o mundo. Experimente a vasta oferta que temos para si numa loja ou no Continente Online.