Queijo Italiano

Alimentos

Descubra os melhores queijos italianos

Conheça os vários tipos de queijos italianos e quais os melhores para incluir no seu dia a dia.
Publicado a 26/01/2024
Nem só de Mozzarella e Parmesão vive a tradição dos queijos italianos. Itália é um verdadeiro paraíso para os amantes de queijos, com uma variedade impressionante. Dos queijos frescos e cremosos aos envelhecidos e intensos, cada um conta a história única de uma região, dos métodos artesanais e do amor pela tradição. Conheça os melhores queijos italianos para saborear ao natural ou para incorporar em qualquer tipo de prato.

Queijos italianos: sabores que não se esquecem


Itália é mundialmente reconhecida pela produção de queijo, uma tradição profundamente enraizada na cultura do país. A variedade de queijos italianos é surpreendente e muitos possuem certificações de Denominação de Origem Protegida (DOP), que garantem a autenticidade e a qualidade do produto.

Muitos queijeiros italianos trabalham artesanalmente em quintas familiares, seguindo métodos tradicionais transmitidos de geração em geração. Afinal, a produção de queijo é muito mais do que um meio de subsistência – é uma forma de arte, uma expressão da identidade local e uma forte ligação à terra. É por isso que cada região da Itália tem os seus próprios queijos, refletindo as peculiaridades do terroir local.

Os queijos italianos podem ser apreciados ao natural, por exemplo, numa tábua de queijos, mas também como ingredientes fundamentais em pratos icónicos, como a lasanha, a pizza, o risoto e muitas outras especialidades regionais.

Queijos italianos mais conhecidos


No vasto universo de queijos tradicionais italianos, há alguns que claramente se tornaram mundialmente conhecidos!

1. Parmigiano-Reggiano


O queijo Parmigiano-Reggiano é um queijo duro e granuloso, produzido nas regiões de Parma, Reggio Emilia, Modena, Bolonha e Mântua. Tem uma história que remonta a mais de 900 anos atrás e a sua qualidade é assegurada pela Denominação de Origem Protegida (DOP).

Este queijo é maturado durante um período mínimo de 12 meses, mas os especialistas afirmam que é entre os 24 e os 36 meses que está no seu auge de textura, aroma e sabor. O resultado é um queijo de pasta dura, granulosa e quebradiça, com uma cor que varia de amarelo-pálido a tons de caramelo, dependendo do tempo de envelhecimento. O sabor é complexo, com notas frutadas e nozes, além de uma riqueza e profundidade que o distinguem de outros queijos.

2. Pecorino Romano


O queijo Pecorino Romano distingue-se por ser feito exclusivamente a partir de leite de ovelha. Os queijos são mergulhados em salmoura para criar uma casca salgada que ajuda na preservação e no desenvolvimento do sabor. O tempo de envelhecimento pode variar, mas a tradição sugere um período mínimo de cinco meses, durante o qual desenvolve uma textura firme e granulosa, e um sabor intenso e salgado.

O sabor característico do Pecorino Romano é marcado por notas de sal e um toque picante. É um queijo robusto e encorpado, o que o torna perfeito para ralar e usar como ingrediente em vários pratos italianos.

3. Gorgonzola


O Gorgonzola é o queijo azul italiano mais conhecido. O queijo recebe o nome da sua cidade de origem (Gorgonzola, na Lombardia) e é protegido por uma Denominação de Origem Protegida, garantindo a sua autenticidade.

A sua cor azul deriva da ação de culturas de Penicillium, que são adicionadas durante o processo de maturação. Pode ser classificado como "Gorgonzola Dolce" (doce) ou "Gorgonzola Piccante" (picante). O primeiro é mais jovem, cremoso e suave, enquanto o segundo é envelhecido durante mais tempo, desenvolvendo um sabor mais intenso e picante.

Além de poder ser apreciado por si, em tábuas de queijo (que, por sinal, acrescentam uma cor marcante ao conjunto), pode também ser integrado em vários pratos para adicionar uma dimensão mais ousada a massas, risotos, saladas e até mesmo em pizzas.

4. Mozzarella di Bufala


O queijo Mozzarella di Bufala provém da região da Campânia, no sul da Itália, e é um queijo de textura macia e sabor suave. Ao contrário do mozzarella tradicional, é produzido exclusivamente a partir de leite de búfala, o que lhe concede um sabor mais rico e complexo.

Uma etapa importante do processo é a "pasta filata", onde a massa de queijo é submetida a um tratamento térmico, amassada e esticada. Esse método confere à Mozzarella di Bufala a sua textura elástica e lisa. As bolas de queijo são então imersas numa solução salina para dar o toque final de sabor e preservação.

É habitual encontrar este queijo italiano em saladas caprese, pizzas, massas e outros pratos italianos clássicos. E, claro, é ideal para ser apreciado na sua forma natural, apenas com um bom azeite.

5. Provolone


O Provolone é um queijo italiano semiduro, com sabor suave, originário das regiões do sul da Itália, como a Calábria e a região da Campânia. O Provolone jovem é mais suave e tem uma textura macia, semelhante a outros queijos de massa filata, como a mozzarella. À medida que envelhece, o Provolone desenvolve uma textura mais firme e o sabor torna-se mais robusto, com notas mais intensas de nozes. A casca do queijo pode ser revestida com cera ou azeite, dependendo do método de envelhecimento.

Uma característica única do Provolone é a sua capacidade de derreter quando aquecido, tornando-o um queijo versátil na culinária. É frequentemente usado em sandes grelhadas, pizzas, massas e pratos gratinados. O Provolone também é apreciado como queijo de mesa, servido em tábuas de queijos, e acompanhado por azeitonas, frutos secos e pão.

6. Ricotta


O Ricotta é um requeijão cremoso, feito a partir de soro de leite. A palavra "ricotta" em italiano significa "recozinhado", indicando o processo pelo qual é produzido. O soro de leite é reaquecido até perto do ponto de ebulição, altura em que pequenas proteínas se precipitam e formam os grãos de Ricotta.

É comum encontrar este queijo italiano em recheios de massas, como raviolis, cannellonis e lasanhas. Isto porque a sua textura cremosa e sabor suave complementam na perfeição com outros ingredientes mais fortes e apurados. A sua suavidade também o torna num bom ingrediente para sobremesas, como cheesecakes, panquecas e bolos.

7. Queijo Mascarpone


O queijo Mascarpone é cremoso e suave, com um sabor ligeiramente doce. Ao contrário do que acontece com outros queijos, o Mascarpone não passa por um processo de maturação e é consumido fresco.

O facto de ser especialmente sedoso faz com que seja muito usado em sobremesas, como o famoso Tiramisu. Combina deliciosamente com o sabor intenso do café e do cacau. Além disso, é também muito utilizado como recheio em bolos, tortas e panquecas, para adicionar uma camada aveludada.

Os melhores queijos italianos


O Continente leva até si uma seleção dos melhores queijos italianos, para provar em casa o sabor irresistível da tradição.

Queijo Burrata de Vaca

O queijo burrata de vaca Continente vem pronto a consumir, para que toda a família possa petiscar um bom queijo italiano sempre que apetecer. O interior é cremoso, revelando camadas de sabor a cada prova. Imperdível.

Queijo Mozzarella di Búfala Campana DOP

Este é um dos queijos italianos mais jovens da nossa seleção, ideal para consumir em saladas ou como ingrediente versátil em diversas receitas culinárias. Este ex libris italiano é produzido exclusivamente com 100% de leite de búfala, resultando numa textura extremamente macia e um sabor rico e levemente adocicado. Também se encontra disponível em formato mini, como pequenas pérolas para saladas ou tapas.

Queijo Burrata de Búfala

Este queijo fresco é uma preciosidade italiana, que resulta da fusão entre a melhor mozzarella e um recheio indulgente de nata cremosa. Perfeito para barrar ou para integrar em variadíssimas receitas culinárias.

Queijo Ricotta de Búfala

O queijo Ricotta de búfala é um "requeijão" italiano, feito a partir do soro de leite de búfala, especialmente cremoso e saboroso. Ideal para servir com pão ou para incorporar em receitas doces ou salgadas, como queijadinhas, folhados de vegetais e bolo Red Velvet.

Queijo Camembert de Búfala

Este queijo italiano é elaborado da mesma forma que os queijos franceses do tipo Camembert, mas com leite de búfala. O resultado é um queijo de textura cremosa, casca branca e aveludada, com um sabor suave e aromático.

Queijo Parmigiano Reggiano

O queijo Parmigiano Reggiano, com Denominação de Origem Protegida, é elaborado com leite de vaca e submetido a um longo período de cura durante 12 meses. Apresenta uma textura dura e quebradiça, com um sabor frutado e delicado, e notas de sal. É perfeito para risotos e saladas.

Queijo Grana Padano

Outro queijo com Denominação de Origem Protegida, o Grana Padano é um queijo semi-gordo de cura lenta, pasta dura, e com uma textura mais granulosa do que a do Parmigiano Reggiano. De sabor intenso, é ideal para incorporar em pratos de massa.

Continente, onde encontra os melhores queijos italianos


Se conseguimos abrir-lhe o apetite para experimentar um (ou vários) destes queijos italianos, não hesite em visitar as lojas Continente ou o Continente Online para explorar as nossas sugestões. Sirva em sua casa a experiência autêntica de Itália e surpreenda toda a família com as combinações de sabor e texturas mais irresistíveis.