Nozes
Alimentos

Nozes: perfeitas para uma pausa

O consumo de noz é fundamental para o coração, cérebro, ossos e funcionamento muscular. E para quem quer dar um novo brilho às refeições. Descubra tudo sobre a noz.

Este fruto seco é um dos melhores aliados que podemos ter na nossa dieta: é fácil de conservar e levar para todo o lado, extremamente saudável, saciante e, claro, saboroso. Descubra tudo sobre a noz.

Os benefícios da noz

A noz não se destaca apenas pelo seu sabor e textura mas também pelos seus nutrientes e respetivos efeitos benéficos na saúde, tais como:

Ossos e músculos

As nozes são ricas em potássio, um mineral essencial para os ossos e músculos.

Sistema imunitário


Pelo teor considerável de ferro, a ingestão de nozes contribui para a formação normal de glóbulos vermelhos e para o normal funcionamento do sistema imunitário.

Coração

As nozes ajudam a diminuir o colesterol e a prevenir problemas cardiovasculares. Apesar de serem em grande parte constituídas por gorduras, estas são saudáveis como a ómega-3. Estas gorduras ajudam a diminuir o mau colesterol e a melhorar a saúde cardiovascular.


Função cognitiva

A noz é rica em ácidos gordos essenciais, que impactam positivamente a nossa função cognitiva.

Tipos de noz

Provavelmente só ouviu falar em dois tipos de noz: a noz convencional e a noz pecan.

Noz Pecan

A noz pecan tem origem na América do Norte e é um tipo de noz que agrada mais facilmente ao palato. A sua textura e sabor são mais suaves quando comparados ao da noz convencional, sendo um pouco mais doce e amanteigada.

Noz convencional

No entanto, quando falamos da noz convencional, a sua produção apresenta diversas variedades cultivadas, como são os casos, por exemplo, da Chandler, Tulare, Lara, Howard, Serr, Pedro, Hartley e Franquete.

Origem da noz

A nogueira terá tido a sua origem na Pérsia (atual Irão), na China ou no Japão. Dispersou-se depois até à Grécia e deste país para Itália e restante continente europeu.

As nozes são saudáveis, deliciosas e saciantes, ideais para um snack rápido

A nível mundial, os maiores produtores de noz são a China, a Índia, a Turquia, o Irão, os EUA, a Itália e a França. O cultivo deste fruto seco em Portugal encontra-se disperso um pouco por todo o país mas é nas regiões de Trás-os-Montes e Alentejo que os pomares de nogueira assumem maior importância.


Num bom ano de colheita, uma nogueira adulta pode produzir até 15 quilos de nozes. Após a colheita, as nozes são retiradas da casca verde por ação mecânica, sendo depois lavadas com água corrente.

De seguida, são secas por meio de ar quente até atingirem o percentual de humidade ideal para o seu consumo e conservação. Depois de secas, as nozes são calibradas e selecionadas, terminando o processo com o embalamento final.

A campanha das nozes em Portugal arranca em inícios de outubro e termina em meados de dezembro.

Como consumir nozes

Ao natural ou tostadas no forno como um snack, na salada ou ao pequeno-almoço. Estas são as formas mais saudáveis de consumir nozes no dia-a-dia. No entanto, pode encontrar a noz em muitos outros produtos alimentares: pães, bolos, bebidas, granola, muesli, etc. O óleo das nozes também pode ser utilizado como uma opção alimentar mais saudável e com um sabor mais rico.

Pode também estar a “consumir” a noz ou algum elemento da nogueira num dos seus cosméticos ou produtos de higiene. O óleo das nozes entra na composição de muitos cremes e sabonetes, enquanto as folhas da nogueira são utilizadas na produção de champôs que ajudam a escurecer o cabelo e a prevenir a sua queda.

Porquê preferir nozes?

Os benefícios da noz para a saúde são inegáveis, tanto para o cérebro, músculos e coração. A não ser que tenha alguma alergia, deve introduzir a noz na sua alimentação diária.

No Continente irá encontrar nozes com casca ou só miolo, em metades ou em pedaços. As nozes com casca são todas de produção nacional e ideais para snacks em família. As outras duas, pela sua praticabilidade, são ótimas para levar consigo para todo o lado ou juntar ao pequeno-almoço ou snack ao meio da tarde.