Alimentação do Bebé

As 4 etapas para a introdução de novos alimentos para o bebé

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.

Não existem regras rígidas quanto à introdução de novos alimentos na dieta do seu bebé. O mais importante é não cometer grandes erros e seguir as orientações gerais para a alimentação do bebé.

Sobre este tema, convidámo-lo a ver o vídeo acima onde o professor e médico pediatra Paulo Oom partilha consigo o seu conhecimento.

O Dr. Paulo Oom divide a introdução alimentar do bebé em 4 etapas até ao primeiro ano de vida do bebé. Saiba mais abaixo.


1ª Etapa: dos 4 aos 6 meses de idade
A introdução alimentar do bebé a novos ingredientes e rotinas de alimentação será sempre gradual.

Primeiro, os pais podem substituir o almoço por uma papa de cereais sem glúten. Uma semana depois, podem substituir o jantar por um puré de cenoura e batata com um pouco de azeite no fim da cozedura. Regra de ouro? Sempre sem sal.

Novamente uma semana depois, os pais podem introduzir a fruta na alimentação do bebé. O Dr. Paulo Oom aconselha a fazê-lo sempre como sobremesa depois do almoço e jantar, indicando a maçã, a pera ou a banana para tal efeito.

Uma semana depois da introdução da fruta, os pais podem iniciar um novo legume na sopa do bebé a cada quatro ou seis dias.


2ª Etapa: a partir dos 6 meses de idade
Ao meio ano de vida, pode iniciar a carne magra na sopa do bebé. As papas de cereais podem passar a ter glúten e já pode incluir o iogurte natural ou de aromas. Sempre sem pedaços e sem adicionar açúcar.

Nesta altura, a sopa passa a estar presente no almoço e jantar e o lanche pode incluir leite, papa ou iogurte com algumas bolachas.

Quanto ao pequeno almoço e à ceia, estas duas refeições continuam a ser apenas de leite.


3ª Etapa: dos 8 aos 9 meses
Nesta fase, a alimentação do bebé já conta com peixe magro na sopa. Na introdução alimentar do bebé nesta 3ª fase, conte também com a gema de ovo cozida e colocada na sopa uma vez por semana.

Introduza também mais frutas na alimentação do bebé, com exceção à laranja, ananás, morango e kiwi que devem ser deixados para mais tarde.


4ª Etapa: após o primeiro ano de vida
Com o seu primeiro aninho, o bebé já pode comer de tudo. Leite de crescimento, ovo inteiro, as frutas proibidas mencionadas acima e até o chocolate e o tomate podem fazer parte da alimentação do bebé.

A partir deste momento vá também aumentando a consistência dos alimentos.


A ter em atenção
Na introdução alimentar do bebé a novos ingredientes vigie o aparecimento de alguma intolerância alimentar.
Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.