Alimentação do Bebé

Qual é a primeira etapa na introdução de novos alimentos?

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.

O professor e médico pediatra Paulo Oom divide a introdução alimentar de novas alimentos para o seu bebé em 4 etapas. O vídeo acima foca-se sobre a primeira destas quatro etapas: a introdução alimentar dos 4 aos 6 meses.

É a partir destes meses que os pais pais inserem novos alimentos para além do leite na alimentação do bebé. Os mais comuns são as papas de cereais sem glúten, os legumes e as frutas.


Como fazer a introdução alimentar dos 4 aos 6 meses?
Na alimentação do bebé, os pais devem substituir duas das refeições de leite por duas refeições com novos alimentos, geralmente o almoço e o jantar.

Quanto à introdução alimentar, ela deve ser feita de forma gradual. A cada semana, os pais inserem um novo alimento na dieta do bebé. Isto permite a que o paladar do bebé se habitue ao novo alimento e a que os pais identifiquem alguma eventual reação alérgica ou intolerância alimentar.


Farinhas lácteas ou não lácteas
Ao introduzir as farinhas na alimentação do bebé, uma das dúvidas comuns é a escolha entre estes dois tipos de farinhas.

Não existe nenhuma diferença especial entre uma farinha láctea ou não láctea. São as duas nutricionalmente ricas. Se a mãe estiver a ser amamentada de forma natural, o Dr. Paulo Oom aconselha a compra de farinhas lácteas que devem ser posteriormente preparadas com água.  


As frutas e os legumes
Esta é também a fase da introdução das frutas na alimentação do bebé. A maça, a pera e a banana são as mais comuns. No caso das primeiras duas, é necessário cozê-las primeiro. Importa salientar que as frutas devem ser introduzidos como sobremesa e nunca como refeição principal.

Quanto aos legumes, eles devem ser introduzidos numa sopa. Normalmente, começa-se por um puré de cenoura e batata, sem qualquer sal e com uma possível adição de azeite após a cozedura. Depois, semana a semana os pais podem ir introduzindo novos legumes.


Nesta fase deixe de lado…
As leguminosas, o tomate, o ananás, a laranja, o morango e o kiwi. Estes alimentos, apesar de serem alimentos saudáveis, só devem ser introduzidos na alimentação do bebé a partir do primeiro ano de vida.


Quer saber mais sobre as outras etapas da introdução alimentar do bebé? Clique aqui.
Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.