System.Web.Mvc.HtmlHelper`1[System.Object]
Festival Comida Continente

Novidades

Festival da Comida Continente 2022: 500 mil no Parque da Cidade

Bom ambiente, chefs de renome e música animada em pleno Parque da Cidade no Porto. Num só fim-de-semana, o Festival da Comida Continente reuniu 500 mil pessoas.
Cantar, dançar, provar, repetir. O Festival da Comida Continente 2022, que decorreu nos dias 9 e 10 de julho, no Parque da Cidade no Porto, reuniu mais de 500 mil pessoas. Já na sua 4ª edição, a entrada foi livre e o alinhamento – musical e gastronómico –impressionante.

Descubra em que consiste este festival, quais foram os destaques desta edição e porque já está a deixar saudades.

O que é o Festival da Comida Continente?


O Festival da Comida Continente é o programa perfeito para um fim-de-semana inesquecível – e gratuito. São dois dias repletos de música e gastronomia de topo, com a presença de grandes nomes nas duas áreas.

Este ano, Chefs como Hélio Loureiro, Chakall ou Justa Nobre apresentaram as suas criações e convidaram os visitantes a assistir enquanto preparavam tudo, num autêntico show de talento e criatividade. E para que não faltasse animação, subiram ao palco grandes referências da música nacional e internacional, como Tony Carreira, Pedro Abrunhosa e Daniela Mercury.

E não faltou animação infantil e desportiva, bem como várias atividades e experiências diferenciadoras, com destaque para a “Academia Continente”, “Cozinh’Arte”, “À Roda da Alimentação” ou “Praça dos Vinhos”.

Também houve espaços para expositores de produtos alimentares e bebidas, onde os visitantes provaram e adquiriram produtos como queijos, compotas, frutas e vegetais, chocolates, carnes, azeites e vinhos. E estes foram apenas alguns dos pontos altos do fim-de-semana.

Quais foram os destaques desta edição do Festival da Comida Continente?


Comida de autor a preços económicos, workshops de culinária, concertos, degustação de vinhos, queijos e enchidos, atividades ao ar livre e até uma roda gigante. Estes foram os principais destaques desta edição do Festival da Comida Continente.

1. Os melhores Chefs arregaçaram as mangas


Nesta edição do Festival da Comida Continente não faltaram Chefs prestigiados a confecionar as suas especialidades. Hélio Loureiro preparou umas irresistíveis Tripas à moda do Porto, Rui Paula deliciou com um caril de polvo, Justa Nobre trouxe a sua versão do tradicional arroz de pato, e Chakall surpreendeu com uma deliciosa paelha. Foram ainda confecionados mais pratos por chefs como Manuel Almeida, António Loureiro, Kiko, Cris Mota e Filipa Gomes. No total, o festival proporcionou mais de 50 mil refeições aos visitantes.

Os pratos dos Chefs estiveram disponíveis através de um sistema de senhas à venda no recinto, com um custo de 4,50€ por senha. Assim, foi possível provar comida de autor a preços muito acessíveis. Para além de degustar estes pratos, também assistimos à forma como foram confecionados – e vimos em primeira mão o talento de diversos chefs de renome.

2. O Cozinh'Arte mostrou para onde vai a gastronomia portuguesa


Depois de provar, visitamos o Cozinh'Arte, o evento que reuniu alguns dos melhores Chefs da atualidade e proporcionou o ambiente ideal para a troca de conhecimentos e experiências. Aqui, os Chefs trocaram impressões para promover a criatividade e a inovação na gastronomia nacional.

Com moderação de Marta Bateira (Beatriz Gosta), os chefs foram postos à prova com talentos da música, do humor e das redes sociais. Filipa Gomes, Irma, Luís Trigacheiro, PZ, Paulo Vintém, Hugo Sousa, Hélio Imaginário, João Sousa, Lucas with Strangers, Miguel Magalhães e Mariana Guerra são alguns dos nomes que fizeram deste um dos espaços mais procurados.

3. Os melhores vinhos nacionais estiverem em destaque


A Praça dos Vinhos foi o espaço reservado ao melhor que o nosso país tem para oferecer neste campo. Num ambiente descontraído e ao ar livre, foi possível desfrutar de degustações e provas de vinho provenientes das melhores regiões vitivinícolas de Portugal, desde o Douro, a mais antiga região demarcada de vinhos, ao Alentejo e Algarve.

Os enólogos e produtores nacionais estiveram presentes para ajudar a orientar as escolhas e a explicar as diferenças entre vinhos. Com esta ajuda, foi possível saber tudo sobre castas e colheitas, aromas e texturas, sempre com boa disposição. Só foi necessário adquirir o nosso copo reutilizável destinado às provas, à venda no local. Ao todo, foram efetuadas mais de 150 mil provas pelos visitantes.


4. Tony carreira e David Carreira, Pedro Abrunhosa e Daniela Mercury foram alguns dos artistas que puseram todos a cantar e a dançar


Enquanto os visitantes provavam algumas destas deliciosas receitas e vinhos, a boa música nunca parou. Nenny, Fernando Daniel, David Carreira, Tony Carreira, Carolina Deslandes, Pedro Abrunhosa e Daniela Mercury foram os sete artistas que atuaram no palco Continente, com convidados como Agir, Piruka e Mickael Carreira, e que conquistaram os milhares de visitantes com as suas atuações. O palco principal, em pleno coração verde da cidade do Porto, convidava a dançar, a saltar e a relaxar.

5. A Academia Continente mostrou como é divertido aprender sobre comida


A Academia Continente é uma iniciativa única, que tem como objetivo promover a educação alimentar e nutricional. Os participantes tiveram a oportunidade de participar em diversas atividades, como workshops, palestras, demonstrações e showcookings.

Nesta edição, o programa da Academia Continente ensinou a cozinhar sem desperdício com a ajuda do Chef Leonardo Pereira, a identificar diferentes sabores de queijos e vinhos, a preparar receitas saudáveis para o verão e até a surpreender com a pastelaria tradicional.
Festival Comida Continente

6. O mundo não parou de girar na Roda Gigante


A Roda Gigante by Fula foi outra das grandes atrações desta edição. Foi uma experiência surpreendente a bordo de uma roda gigante com vista para todo o Parque da Cidade, com o mar como plano de fundo e todo o recinto aos pés. Foi o local perfeito para relaxar e muito procurado tanto por miúdos como por graúdos.

7. O Festival que disse não ao desperdício 


No final do festival todos os excedentes alimentares das cozinhas dos chefs e outras áreas do recinto, foram doados ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto e à Refood, com o objetivo de evitar o desperdício alimentar e, ao mesmo tempo, apoiar a comunidade local – áreas de atuação de reconhecida importância para a marca.

Festival da Comida Continente: para o ano há mais


O 4.º Festival da Comida Continente foi uma oportunidade única para os visitantes imergirem em dois dias repletos de experiências gastronómicas, desde showcookings, workshops e degustações, provas de vinhos, churrasco, roda gigante e espaço infantil, com atividades para os mais pequenos, e até para os amigos de quatro patas - mais de 500 cães passaram pelo espaço ZU.

O Continente, através do Festival da Comida, pretende democratizar o acesso ao entretenimento através da música, da gastronomia com prestigiados chefs, e proporcionar momentos em família com as múltiplas atividades gratuitas acessíveis a todos os que visitam este festival. Para o ano há mais – mas nós já temos saudades.