Peras Bêbadas
Nutrição

Peras bêbedas: doces, macias e deliciosas

As peras bêbedas são uma sobremesa agradável, aromática, fresca e leve. Saiba mais sobre a receita preparada com vinho tinto.
A receita de peras bêbedas é ótima para servir em qualquer altura do ano, seja verão ou inverno, de tão fácil, elegante e requintada que é. Descubra como fazer e aplicar a outras frutas onde o vinho é absorvido, criando um sabor homogéneo e único.

Como escolher os ingredientes

Também conhecidas como peras borrachonas, as peras bêbedas fazem parte de um conjunto infindável de sobremesas tradicionais presentes no cardápio da nossa gastronomia, ocupando um digno lugar de destaque.

A excelência desta iguaria resulta de uma cuidada seleção da fruta e da utilização de vinho da melhor qualidade. Desta forma, potencia-se um enamorar de sabores, fazendo as delícias de quem procura uma sobremesa diferente e com personalidade.
  • No que respeita à escolha da fruta, esta deve ser feita a pensar na sua estrutura, privilegiando-se peras, maçãs, pêssegos e ameixas, e ajustando o tempo de cozedura, para que não se perca a forma.
  • Na seleção do vinho, prefira os tintos mais encorpados e os brancos delicados, passando pelos generosos de diferentes proveniências e sabores.

Depois, precisa de açúcar e especiarias para criar as famosas peras de cor sublime e xarope sedoso.

Como preparar

A técnica para fazer as peras bêbedas envolve álcool, mas ninguém fica alcoolizado e até as crianças as podem comer. O efeito desaparece na sua totalidade com a fervura, por isso, não se deixe enganar pelo nome.

O processo é simples. Apenas tem que descascar as peras, mantendo o pedúnculo, e cortar um pouco na base para se manterem direitas no prato. Em seguida, deve cozinhá-las num caldo de vinho tinto, açúcar e especiarias. Do tacho, as peras passam para o forno, enquanto o caldo se mantém ao lume, a ferver até ficar reduzido a um líquido espessa.

A receita pode ser estendida a outras frutas, terminando depois com o caldo vertido sobre elas. Adicione ainda uma bola de gelado de nata ou de baunilha à pera cortada em fatias finas, para descobrir novos sabores.

Origem das peras bêbedas

A receita de peras bêbadas que faz parte do nosso imaginário coletivo tem, como tantas outras, a sua origem na cozinha francesa. Com um amor infinito pelo vinho, é quase natural que os cozinheiros gauleses o tenham introduzido nos doces e na pastelaria, fazendo bom uso dele em molhos doces, xaropes repletos de cor e cremes vistosos.

Como consumir fruta bêbeda

As peras bêbedas devem ser cozinhadas até se deixarem comer à colher, numa mistura de vinho tinto e vinho do Porto, alguma doçura e um pouco de tempero, que vem quase sempre de um ou dois paus de canela e do ocasional cravinho. Comem-se no dia seguinte, se o tempo e a gula permitirem, depois de ficarem a tomar gosto e cor no frio.

De técnica fácil e à prova de erro, cozinhar fruta em vinho faz de qualquer peça menos doce ou mais feia, a melhor das sobremesas.
  • Troque as peras por ameixas e aquele vinho tinto que deixou esquecido vai ganhar uma nova vida.
  • Caso prefira peras, mas só tenha vinho branco, pode experimentar fazer a receita com esses ingredientes e uma vagem de baunilha aberta ao meio.
  • Se escolher pêssegos, cozinhe-os brevemente com um raminho de tomilho, em Porto branco. Em rigor, basta ter fruta que precise de uma "ajuda" para agradar e um vinho à mão.

Prove peras bêbedas

A receita das peras bêbedas pode ser aplicada a outra fruta da sua preferência, sendo inúmeras as possibilidades de finalização da receita. Por isso, deixe-se levar pelo seu espírito criativo, mime o palato e prepare-se para uma experiência com personalidade, aroma e sabor.