Ovos
Alimentos

Ovo: saudável e versátil

O ovo é rico em proteínas na clara e na gema. É nutritivo, delicioso e muito versátil. Conheça os benefícios do ovo e o seu valor nutricional.

Cozido, estrelado, mexido, escalfado, em omeletas, como ingrediente principal ou secundário de pratos salgados ou doces. O ovo tem um lugar muito especial na gastronomia de todo o mundo e dificilmente haverá outro alimento que seja tão versátil como este.

As vantagens do ovo

Crianças, adultos e idosos beneficiam com o consumo do ovo devido à sua elevada riqueza nutricional e proteínas de elevado valor biológico, vitaminas e minerais.

Saúde do coração 

Contrariamente ao que muitos pensam, vários estudos têm vindo a provar que comer ovo não aumenta o risco de doenças cardiovasculares nem eleva o nível do mau colesterol no sangue para a maioria das pessoas.

Riqueza nutricional

O ovo constitui um alimento completo e é rico em proteínas na clara e na gema. Uma gema, por exemplo, fornece entre 10 a 20% da dose diária recomendada de vitaminas A, D, E e K. Quanto à clara, é rica em vitaminas do complexo B. Num ovo estão também presentes minerais como o fósforo e o selénio, que é tão benéfico para o coração.

Qualidades terapêuticas

O consumo diário de ovo ajuda a diminuir o risco de perda de visão nos idosos e o elevado teor de vitamina D que possui (e não são muitos os alimentos com essa caraterística) é excelente para o desenvolvimento normal dos ossos e dentes. Atua também ao nível do sistema imunológico, do coração e do cérebro.

Dieta equilibrada

Alguns estudos defendem que a sensação de saciedade que o consumo de ovo produz ajuda a manter uma boa dieta, pois provoca uma redução do apetite, o que leva à diminuição do consumo de calorias.
Tipos de ovo

Existem diferentes tipos de ovos disponíveis para consumo, sendo que os mais comuns são os ovos de galinha. As opções mais gourmet passam pelos ovos de pato, ganso e de codorniz.

Os ovos podem ainda ter duas categorias, A e B, que indicam se são para uso doméstico (A) ou exclusivamente para uso industrial (B). Os ovos de categoria A são também classificados de "S" a "XL", mediante o seu peso.

O código presente na casca do ovo também lhe dá informações muito importantes sobre o alimento, nomeadamente o modo de criação das galinhas e o país de origem.
  • Modo de criação. O primeiro dígito diz respeito ao modo de criação que pode ser 0 (produção biológica), 1 (galinhas criadas ao ar livre), 2 (galinhas criadas no solo) ou 3 (galinhas criadas em gaiola).
  • País de origem. Seguido do primeiro dígito, vem identificado o País de origem: "PT", por exemplo, representa Portugal, o que significa que o ovo é produzido em território nacional.
  • Direção Regional de Agricultura e Pescas. O número que vem logo após o país, diz respeito à Direção Regional de Agricultura e Pescas.
  • Identificação da exploração. Os últimos dígitos referem-se ao número de identificação da exploração.

O ovo é composto por proteínas de elevado valor biológico

Breve história do ovo

O processo de domesticação das galinhas terá começado na Índia, há milhares de anos, e até aos dias de hoje o ser humano tem vindo a alimentar-se com ovos que ocupam um lugar de destaque na gastronomia mundial.

Como símbolo antigo de fertilidade e renascimento, o ovo tomou também o seu lugar na história religiosa: no cristianismo, por exemplo, os ovos decorados tornaram-se uma das representações mais reconhecidas da Páscoa, sobretudo entre os mais pequenos.
Como escolher

O risco da ingestão de ovos que contenham salmonelas, bactérias potencialmente patogénicas, é cada vez mais remoto. Alguns cuidados caseiros e o facto de a indústria ter melhorado significativamente as suas práticas de produção, aumentaram a segurança do consumo deste alimento.

A maneira como escolhe, conserva e manuseia os ovos em sua casa é determinante para a segurança alimentar - a sua e a da sua família. Por isso, tome nota destas recomendações para o momento da escolha.

Casca

A casca de um ovo novo carateriza-se pela sua aspereza e opacidade. A de um ovo velho é mais lisa e ganha brilho. Sabendo disto, escolha sempre ovos com a casca mais "rugosa" e que esteja também limpa e intacta – uma vez rachado, o ovo perde parte das suas propriedades naturais.

Um ovo com casca castanha pode parecer ser mais fresco do que um branco. Contudo, a cor da casca não é determinante para avaliar a sua qualidade, pois a mesma depende da raça da galinha.

Odor

Um ovo fresco aberto quase não tem odor.

Clara

A clara é translúcida, espessa e firme e a gema saliente, lisa e redonda. Se a clara estiver fluída e a gema achatada, o mais provável é o ovo não ser fresco.

Gema

À medida que um ovo vai perdendo a frescura, a gema torna-se móvel. Se um ovo não estiver fresco, ao sacudi-lo vai ouvi um ruído característico que indica que a gema está solta.

Como conservar

O ovo é um produto orgânico e por isso está sujeito à perda rápida da sua qualidade quando mantido à temperatura ambiente.

Siga estas recomendações:
  • O ideal é que conserve os ovos no frigorífico, com a ponta mais fina voltada para baixo, para que a câmara-de-ar no interior do ovo se mantenha no seu lugar e a gema no centro. 
  • Retire do frigorífico somente os ovos de que necessita e respeite sempre a data de validade impressa na embalagem. Evite ainda submeter os ovos a variações de temperatura acentuadas, pois isso produz condensação de água na casca, o que favorece o desenvolvimento bacteriano e a sua entrada no interior do ovo.
  • Embora possa parecer estranho, não deve lavar a casca do ovo, pois esta está protegida com uma película que evita a entrada de bactérias pelos poros. Se a casca estiver muito suja e precisar de ser lavada, consuma o ovo de imediato.
Em caso de dúvida, existe um método para testar a frescura do ovo, sem ter de o abrir. Basta mergulhá-lo num recipiente com água fria e salgada (100g de sal por cada litro de água) e ver como reage.

Se o ovo se mantiver no fundo do recipiente, significa que está fresco. Quando a parte mais larga do ovo levanta ligeiramente, significa que o alimento tem entre 3 a 5 dias. Ao elevar-se até atingir a posição vertical, indica que tem cerca de 3 semanas. Se o ovo fica à superfície, não é aconselhável o seu consumo.

Como consumir ovo

O ovo é um alimento altamente versátil e pode ser consumido e cozinhado de inúmeras formas.

Ovo cozido, estrelado, mexido, escalfados, benedict, em omeletes, são alguns exemplos de consumir este alimento como ingrediente principal. Pode ainda adicioná-lo a saladas e purés ou para criar bolos, coberturas e doces tradicionais, como ovos moles, creme de leite e muito mais.

Na preparação de pratos com ovo é necessário ter em atenção alguns aspetos. 

Diferenças de pressão

Um ovo frio colocado na água em ebulição racha devido à diferença de pressão. O ideal é colocá-lo em água à temperatura ambiente e aquecê-lo lentamente. Adicione vinagre à água antes de levantar fervura, pois este impede que a casca se quebre.

Separação de gemas e claras

Para simplificar a tarefa de separar as gemas das claras, faça-o quando os ovos estiverem bem frios.

Partir ovos

Se vai usar vários ovos numa receita, parta cada um deles separadamente num recipiente pequeno para verificar o seu estado de frescura antes de juntar os restantes ingredientes. Assim, evita misturar um ovo estragado aos que foram anteriormente partidos e que se encontram em bom estado.

Bater claras

O ponto ideal das claras batidas é quando a massa se apresenta branca, leve e porosa. E vê-se com facilidade quando estas passarem do ponto, pois ficam com uma textura quebradiça. Para garantir que as claras adquirem um bom volume, mantenha os ovos à temperatura ambiente. Se estiverem no frigorífico, retire-os 45 minutos antes de os manusear.
O que é que o ovo tem?

O ovo é um alimento fundamental em qualquer dieta. Além de proporcionar inúmeros benefícios para a saúde, desde promover o bom funcionamento do coração, do cérebro e do sistema imunológico, é um produto acessível e versátil.

Pode ser consumido por pessoas de qualquer idade (crianças, adultos, idosos), das mais variadas formas, como elemento principal ou combinado com outros alimentos.