Saúde e Higiene

Queda de pelo: porque acontece e o que fazer?

Saiba por que razão ocorre a queda de pelo nos cães e gatos e descubra se é algo normal ou patológico.
A queda de pelo, quer em cães quer em gatos, é geralmente um processo cíclico e natural, embora possa ser o primeiro sintoma de uma doença de pele. 

Porque ocorre a perda de pelo?

A renovação do pelo dos animais de estimação é, na maioria dos casos, saudável. Em parte, ocorre para remoção dos pelos mortos, que podem provocar irritação da pele.

Existem, geralmente, duas épocas do ano em que o pelo se renova: a primavera e o outono. Esta mudança de pelo é induzida pela alteração do número de horas de luz e pelas mudanças de temperatura e dura entre 4 a 6 semanas.

No entanto, nos animais que vivem dentro de casa, a queda de pelo processa-se praticamente durante todo o ano, devido à exposição de luz e temperatura artificiais.

Normal ou patológico?

Para perceber se pode estar perante uma patologia, é importante verificar os seguintes sinais de alerta:
  • Perda exagerada de pelo, acima da média para o animal;
  • Prurido ou comichão;
  • Falhas de pelo localizadas;
  • Feridas na pele.
Se a perda exagerada de pelo não for acompanhada por outros sintomas, deverá ser considerado um processo natural e, como tal, não deve ser encarado como uma doença. Caso contrário, deverá procurar ajuda junto do seu médico veterinário.

O que fazer?

A perda de pelo nos animais de quatro patas pode ser controlada através de escovagens regulares, idealmente diárias. Isto ajuda a remover pelos mortos e soltos do animal e contribui, não só para uma menor perda de pelo, mas também para uma pele mais saudável.

O uso de shampoo, uma alimentação equilibrada e nutritiva e suplementos vitamínicos podem ser também muito importantes para o cuidado da pele do animal. O médico veterinário pode também ser uma ajuda importante, nomeadamente na recomendação dos produtos mais benéficos para o seu cão ou gato.