Saúde e Higiene

Artrite em cães e gatos: como identificar e reagir

Saiba quais os sintomas da artrite em cães e gatos e descubra as causas desta doença articular degenerativa.
A artrite em cães e gatos é o nome dado à inflamação das articulações, um problema médico comum que causa dores durante o movimento dos animais. Descubra os sintomas e causas desta doença.

Sintomas

A artrite em cães e gatos, tal como nos humanos, podem ser extremamente incómodas e até dolorosas. Eis alguns sinais que indiciam este problema no seu animal:
  • Dificuldade em levantar-se e andar após período de repouso;
  • Dificuldade em subir e descer escadas;
  • Relutância em saltar;
  • Rigidez nas patas, especialmente após dormir ou descansar;
  • Dificuldade em usar a caixa de areia (no caso de um gato);
  • Menor nível de atividade física;
  • Claudicação (mancar);
  • Rosnar ou miar quando recebe festas;
  • Perda de apetite e tristeza;
  • Reagir com dor ou agressividade quando se toca ou pega ao colo.
Estes sinais são sugestivos de dores articulares, mas o seu diagnóstico correto necessita da opinião do seu médico veterinário. Provavelmente serão feitos mais exames, por exemplo, um Raio-X para diagnosticar a localização e causa do problema.

Causas

Alguns fatores comuns que aumentam o risco de artrite são:
  • Envelhecimento. As articulações enfraquecem à medida que os animais ficam mais velhos;
  • Anormalidades físicas. Por exemplo, um desenvolvimento anormal da anca pode afetar a cartilagem em torno das articulações;
  • Lesões. Animais com fraturas ou lesões articulares têm maior probabilidade de ter artrite;
  • Obesidade.Apesar de não existir evidência que cause diretamente artrite, a obesidade poderá ser um fator de agravamento;
  • Genética. No caso dos gatos, por exemplo, algumas raças como os Persas, Siameses ou Maine Coon têm maior risco de artrite por desenvolvimento anormal das cartilagens ou da anca.
Tratamento

Não existe cura para a artrite. Contudo existem vários passos que podem aliviar as dores do seu cão ou gato. Caso o observe a mover-se mais lentamente ou com sinais de dores à mobilidade, deve consultar um médico veterinário rapidamente.