ingredientes-sopa

Nutrição

Sopa: benefícios e mitos

Fábio Rodrigues

Nutricionista Continente

Versátil, saborosa, de rápida confeção e reconfortante. Conheça, aqui, as vantagens do seu consumo!

Fábio Rodrigues

Nutricionista Continente

Uma tradição que conforta e faz bem

As sopas são uma tradição no nosso país, de norte a sul (sem esquecer as ilhas), são consumidas ao longo de todo o ano e fazem parte da Dieta Mediterrânica, um padrão alimentar que nos é tão familiar e com inúmeros benefícios comprovados para a saúde.
Mas, é na estação em que agora nos encontramos que elas nos sabem melhor. Além de serem nutricionalmente ricas, ainda nos confortam nos dias mais frios do ano.
As sopas resultam da cozedura em caldo de diversos ingredientes que podem depois ser ou não triturados. Como podem ser muito diversificadas, no que diz respeito à sua constituição são bastante ricas em vitaminas, minerais e fibra. Além disso, pelo seu elevado teor em água contribuem para a nossa hidratação.
A Organização Mundial de Saúde recomenda que diariamente se consumam, pelo menos, 400 g de fruta e hortícolas.
Fazendo das sopas de hortícolas uma presença assídua ao almoço e jantar e juntando hortícolas aos seus pratos, seja como acompanhamento ou até mesmo incorporados nas próprias receitas (como caril de legumes, feijoada com couves, quiche de legumes ou algo mais simples, como uma omeleta de espinafres e alho-francês), facilmente cumprimos com estas recomendações. Lembre-se que metade do seu prato deve ser constituído por hortícolas, sejam crus ou confecionados.

Vantagens do consumo da sopa

  • Iniciar a refeição com sopa, leva a um maior controlo do apetite e da quantidade de comida ingerida no prato principal
  • Aumenta o consumo de diferentes hortícolas numa refeição
  • Facilita a ingestão alimentar para pessoas com dificuldades de mastigação
  • Contribui para a prevenção de diversas patologias, devido à sua riqueza nutricional

A sopa e os seus mitos

A alimentação, no geral, tem imensos mitos associados e, como não poderia deixar de ser, a sopa não é exceção, seja pela hora de consumo ou pelos ingredientes que nela estão presentes. De seguida esclarecemos alguns deles, para que não tenha que voltar a questionar-se acerca dos mesmos.

1 - Sopa antes ou depois da refeição?

Depende. Não existe um horário certo para se consumir a sopa. Ainda assim, para quem está em processo de perda de peso/alteração dos hábitos alimentares, iniciar a refeição com uma sopa poderá ajudar a controlar o apetite e a aumentar a saciedade. 

2 -  Posso comer apenas sopa ao jantar?

Não. As refeições principais (almoço e jantar) deverão ser equilibradas nutricionalmente. Ou seja, devemos ter alimentos que nos fornecem proteínas, hidratos de carbono e lípidos (gordura) em quantidades adequadas. Mas caso queira apenas ingerir a sopa à noite poderá fazê-lo adicionando uma fonte proteica à sua constituição, como carne, pescado, ovo, leguminosas ou até queijo. Também poderá acrescentar outros toppings, como sementes (de girassol ou sésamo, por exemplo) ou frutos oleaginosos (amêndoas laminadas, nozes torradas ou caju ao natural, por exemplo), de forma a enriquecer a sopa.

3 - A sopa pode ter batata?

Sim. Não há problema em consumir uma sopa que tenha batata na sua constituição. Contudo, em contexto de perda de peso, poderá reduzir a sua quantidade ou substitui-la por chuchu, abóbora, couve-fl or ou curgete. Assim é possível aumentar ligeiramente a fonte de hidratos de carbono no prato (como massa, arroz, etc…).

4 - Os hortícolas congelados não são uma boa opção para fazer sopa?

Sim, são. Os hortícolas congelados são uma ótima solução para confecionarmos a nossa sopa. Devemos dar preferência aos frescos, da época e nacionais. Mas, na impossibilidade de termos hortícolas frescos, o mais importante é mesmo consumir sopa.

5 - Caldos de legumes: sim ou não?

Não. Os caldos de legumes têm elevados teores de gordura e sal, tornando facilmente um produto saudável num produto nutricionalmente desequilibrado, por excesso de sal. Para exponenciar o sabor da sopa devemos recorrer a especiarias e ervas aromáticas.


Como conservar a sopa?

A sopa pode ser refrigerada ou congelada. Assim, não precisa de confecionar sopa todos os dias, basta prepará-la, por exemplo, uma vez na semana e poderá ter sopa para as refeições seguintes. Para a sua conservação deverá ter alguns pontos em consideração:

 

  • Após a sua confeção deverá deixar a sopa a arrefecer por cerca de uma hora. No período de verão, para acelerar o arrefecimento, poderá mergulhar a panela em água gelada (que deverá, depois, ser aproveitada para, por exemplo, regar as plantas em casa).

  • Uma vez fria pode colocá-la no frigorífico. A sopa mantém as suas propriedades estáveis até quatro dias. Nas refeições seguintes, basta retirar a quantidade necessária e aquecer.

  • Para que tenhas sopa para mais dias, poderá também congelá-la. Tenha o cuidado de a dividir por recipientes com a quantidade necessária para uma refeição (de acordo com o número de pessoas). Quando for consumi-la deverá, previamente, retirá-la do congelador e colocá-la no frigorífico para que vá descongelando. Ao aquecer, deixe a sopa ferver antes de a consumir.