Raia
Alimentos

Raia: fonte de proteínas e vitaminas

A raia é ao mesmo tempo peixe e marisco, herdando as propriedades e benefícios destas duas famílias. Descubra os benefícios mais associados ao seu consumo.

O aspeto da raia pode afastar alguns consumidores. Mas os fãs e elementos da comunidade científica elogiam a grande diversidade culinária e os benefícios incontornáveis e para a saúde. Descubra tudo sobre a raia, deliciosa fonte de proteínas e vitaminas.

Os benefícios da raia

O consumo da raia traz vários benefícios para a saúde. Estes são os principais.

Fonte de energia

Destaca-se a contribuição para o normal funcionamento do metabolismo produtor de energia, através da presença de cálcio.

Fácil digestão

A raia é um animal marinho que possui um esqueleto cartilaginoso, que se alimenta de moluscos, crustáceos e peixes, sendo uma fonte de proteína de fácil digestão.

Pouca gordura

Este peixe tem pouquíssima gordura. Para além das proteínas de grande valor biológico, apresenta na sua composição outros nutrientes que representam uma grande importância para nós. O fósforo é o mineral encontrado em maior quantidade na raia: enquanto o fosfato de cálcio participa no desenvolvimento dos ossos, o fosfato de sódio tem presença assídua no equilíbrio ácido-base.

Breve história da raia

A raia é um peixe cartilaginoso com uma origem comum à dos tubarões. Ao longo de milénios, desenvolveu um corpo achatado, com fendas branquiais na face ventral das grandes nadadeiras peitorais, através das quais se locomove.

Como forma de proteção, desenvolveram uma coloração que se confunde com o fundo marinho, camuflando-as de predadores, como tubarões e raias maiores. A cauda, fina e comprida como um chicote, é provida de um ou mais ferrões venenosos, que causam ferimentos dolorosos e por vezes até mortais, mas, regra geral só é utilizada por motivos de defesa.

As raias são vulgarmente encontradas nas águas de mares temperados, embora também existam espécies que habitam águas doces. Passam a maior parte do seu tempo inativas, parcialmente enterradas na areia, muitas vezes movendo-se apenas com o balanço das marés.

Quando se deslocam, a maioria das raias ondula os seus corpos como uma onda, mas outras agitam as suas asas para cima e para baixo, dando a aparência de estarem a voar como os pássaros.

Ao longo da história, a pele da raia foi utilizada para forrar o interior de bainhas das espadas, devido à sua dureza, firmeza e textura, que a impede de escorregar sobre a pega durante o uso. Já foi também empregue para fazer sapatos exóticos, botas, cintos, carteiras, casacos e até capas para telemóvel.

Como consumir raia

Não há caldeirada feita a preceito que dispense a raia, mas pode ser degustada de muitas outras deliciosas maneiras: no forno, frita, panada com pão ralado, de tomatada e de alhada, com arroz, cozida, em ensopados, sopas, massadas e guisados, grelhada e até, tal como o bacalhau, à lagareiro.

Na compra de uma raia, deve verificar que apresenta uma pele brilhante, olhos salientes e brilhantes, e um odor agradável a maresia. É comum apresentar uma viscosidade natural.

Se for apresentado em postas, devem ter uma carne de cor branca com ligeiros raios rosados, devendo ser conservadas numa temperatura de 4ºC e até um dia.

Experimente raia

O consumo frequente da raia traz diversas vantagens para a nossa saúde. Por ser rica em proteínas, vitaminas e sais minerais, deve fazer parte da dieta de qualquer pessoa, eé especialmente indicada para desportistas.