Alimentação do Bebé

Qual a frequência das refeições nos primeiros meses?

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.

Será que o bebé está a chorar porque tem fome? Para responder a esta questão é importante conhecer o ritmo das refeições do bebé e saber de quantas em quantas horas ele deve ser alimentado.

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.

No vídeo acima, o professor e médico pediatra Paulo Oom introduz-lhe as noções temporais básicas sobre a frequência da amamentação do bebé.

O intervalo das amamentações: até ao primeiro mês
Desde já, tenha o seguinte em consideração: num recém-nascido e durante o seu primeiro mês, o ritmo das suas refeições será muito irregular.
Para contar o intervalo das amamentações deve fazê-lo desde o início de uma amamentação até ao início da seguinte. Este intervalo deve situar-se entre as 2h30 e as 5h. Se durante este período o bebé chorar com fome, deve ser amamentado.

O intervalo das amamentações: após o primeiro mês
No fim do primeiro mês, o bebé já pode ter estabelecido um certo ritmo e a sua amamentação pode ser feita em intervalos de 3h30 a 4h30. Mas claro, não se preocupe. Existem muitas exceções e desde que o seu bebé esteja a ser alimentado num intervalo de 2h30 a 5h, está tudo bem.

É possível marcar um ritmo diferente entre o dia e a noite
Ser pai é uma experiência inesquecível. Pelas boas razões e pelas noites em que os pais passam em branco para tratar do seu novo rebento.
No entanto, é possível ajudar o seu bebé a distinguir entre o dia e a noite, marcando um ritmo diferente das refeições nestes períodos.
Para tal, o Dr. Paulo Oom aconselha a que a alimentação do bebé durante o dia seja feita num período de 3 a 3h30. Durante a noite, os pais devem tentar alongar esse período para as 5 horas. Lembre-se, deve contar este período sempre desde o início de uma amamentação até ao início da próxima.