Kiwi
Alimentos

Kiwi: delicioso, nutritivo e fresco

O kiwi tem um elevado teor de vitamina C que ajuda a fortalecer o sistema imunitário. Conheça todos os benefícios deste fruto.
O kiwi é um fruto com uma frescura e sabor marcados e imensos benefícios para a saúde. É o fruto com maior concentração de Vitamina C, até mais do que a laranja, uma excelente fonte de água, minerais e outras vitaminas. Sazonal, o kiwi enfeita saladas e sobremesas, tornando-as ainda mais coloridas e apetitosas.

As vantagens do kiwi

O kiwi tem propriedades nutritivas difíceis de encontrar noutros frutos e que o tornam um elemento essencial numa dieta saudável. É uma excelente fonte de água (cerca de 83%), vitaminas e minerais. O seu teor em açúcares ronda os 10%, sendo que um fruto de tamanho médio (60 g) fornece aproximadamente 29 kcal.

Esta combinação traz vários benefícios para a sáude.

Saúde da pele

Uma única unidade desta fruta fornece praticamente a dose diária recomendada de Vitamina C, nutriente essencial para a produção de colagénio, proteína necessária para a manutenção da pele, ossos, cartilagens, dentes e gengivas saudáveis e para uma adequada cicatrização dos tecidos.

As suas pequenas sementes pretas fornecem ácidos gordos ómega-6, os quais ajudam a evitar problemas de pele como o eczema.

A Vitamina B6 e a niacina são encontradas em quantidades menores do que as outras. Porém, ainda em quantidades significativas, estas agem atenuando as rugas da pele. É ainda uma fonte importante de ácido fólico, vitamina essencial na gravidez, em fase de crescimento e em situações de cicatrização. 

Sistema imunitário

A Vitamina C é igualmente importante para o fortalecimento e bom funcionamento do sistema imunitário e ainda para a produção de noradrenalina, um neurotransmissor que regula o fluxo do sangue. Já a serotonina, um outro neurotransmissor, que ajuda a promover o sono e boa disposição. 

Sistema cardiovascular

A perfeita combinação entre as Vitaminas A e E existentes no kiwi pode diminuir o risco de doenças circulatórias, incluindo as coronárias, e melhorar o desempenho do sistema imunitário.

O kiwi fornece ainda alguns minerais, como o cálcio, o magnésio, o ferro e especialmente o potássio. Estes contribuem para contrariar as consequências do elevado teor de sódio, tendo vindo a ser associado a uma pressão arterial equilibrada. Têm ainda a particularidade de aumentar as defesas do organismo, prevenindo as gripes e resfriados.

O fruto fornece também quantidades razoáveis de fibras solúveis e pectina, que favorecem o funcionamento intestinal e auxiliam a diminuição dos níveis de colesterol no sangue.

Até 1905, o kiwi era encontrado exclusivamente na China


Por fim, possuem ainda enzimas digestivas inerentes, tornando-se um fruto excelente para quem tem estômago sensível. 

Tipos de kiwi 

A globalização do cultivo do kiwi permitiu o aparecimento de inúmeras variedades diferentes deste fruto. Características como o sabor, formato, textura e conteúdo nutritivo ajudam a identificá-las.

Kiwi Zhong Hua

O tipo de Kiwi mais comum tem origem na China e designa-se “Zhong Hua”. Esta fruta com formato redondo ou oval tem um peso médio de 30 a 40 gramas, com um conteúdo de açúcar de 4.6% a 13% e 26 a 140 miligramas de Vitamina C por cada 100 gramas de fruta. Os restantes e menos conhecidos kiwis chineses designam-se “Jing Li”, “Ruan Zao” e “Mao Hua”.

Kiwi Hayward

Apesar do kiwi ter surgido tardiamente na Nova Zelândia, foi rapidamente cultivado pelas suas populações ao ponto de se tornar sinónimo da identidade deste país. A variedade “Hayward” é a mais conhecida.

Tem uma camada protetora castanho-esverdeada e pelos finos que ajudam a proteger o conteúdo suculento e fresco verde no interior. Existem outras versões menos populares como a “Abbot”, “Allison” e “Bruno”. A “Hayward” pode ser armazenada durante 3 a 6 meses em boas condições, ao contrário de outros tipos de kiwi que apenas duram até 2 meses

Breve história do kiwi

A origem deste fruto sazonal pode ser traçada até à Ásia. A planta do kiwi foi primeiramente cultivada no norte da China quase 300 anos antes da sua introdução noutros países.

O kiwi chinês, também conhecido por Actinidia chinensis, era encontrado exclusivamente nesse país até 1905, altura em que chegou pela primeira vez à Nova Zelândia, onde a cultivação se propagou muito rapidamente.

Inicialmente, pensava-se que a fruta da Nova Zelândia era igual à planta originária da China. No entanto, na década de 80, foi decidido que havia diferenças suficientes para criar duas espécies diferentes de kiwi.

Por um lado, a superfície lisa do kiwi chinês contrastava com a camada de pelos finos do kiwi neozelandês. Por outro, a planta neozelandesa produzia uma fruta maior e cuja carapaça durava mais tempo. Estas e outras diferenças levaram a que, além da Actinidia chinensis, surgisse a Actinidia deliciosa, duas espécies próximas, mas consideradas tipos de kiwi inteiramente diferentes.

Como consumir kiwi

O crescente aumento do consumo de kiwi reflete a sua popularidade devido à combinação apetecível entre sabor, valor nutricional, aspeto e originalidade. Este fruto refrescante apresenta caraterísticas muito peculiares, uma consistência cremosa e um sabor que varia entre o doce e o ácido, dependendo do estado de maturação.

Escolha os kiwis com pele lisa, sem rugas, lesões ou cavidades. Para consumo imediato ou nos próximos 2 dias, prefira os que cedem ligeiramente ao toque, mas sem estarem necessariamente moles. Deixe os kiwis à temperatura ambiente, para o caso de os consumir a breve prazo. Se levar mais tempo para os comer, coloque-os na gaveta inferior do frigorífico.

O kiwi pode ser consumido ao natural, sendo que existem diversas formas de enfeitar o seu prato com este fruto – em cubos, rodelas, fatias ou cortado ao meio. Pode também ser utilizado como matéria-prima na produção de sumos, geleias e gelados. Usam-se também com frequência na guarnição de bolos e sobremesas, como por exemplo tartes, saladas de fruta, assim como pequenos doces vendidos em padarias e confeitarias.

Podem ainda entrar em pratos principais, ligando particularmente bem com as aves. Têm ainda a vantagem de, mesmo depois de descascados, não perderem a cor em contacto com o ar.

Kiwi: delicioso, nutritivo e fresco

O kiwi é um fruto sazonal delicioso e com propriedades nutritivas incríveis. É a combinação perfeita de vitaminas e minerais numa dieta, e basta uma unidade desta fruta para fornecer praticamente a dose diária recomendada de Vitamina C. Dê asas à imaginação e enfeite o seu prato com saladas e sobremesas, utilizando este fruto fantástico.