Curiosidades sobre o seu animal

Sentidos dos gatos: apurados e fascinantes

Os 5 sentidos dos gatos funcionam de uma forma muito diferente dos humanos. Compreender o seu funcionamento é essencial para aprofundar a relação com estes animais.

Como funcionam os 5 sentidos dos gatos? Visão, tato, olfato, paladar e audição - cada um funciona de uma forma fascinante e que vale a pena conhecer para aprofundar a relação com estes animais.

Visão

Os gatos têm uma excelente visão noturna, várias vezes superior à nossa, embora não consigam ver na escuridão total.

Durante o dia, a visão é relativamente fraca mas, em contrapartida, confiam mais nos seus outros sentidos. Não é possível determinar com exatidão quais as cores que podem distinguir, mas várias experiências demonstram que conseguem reconhecer algumas das que nós vemos.

Como caçadores que são, têm uma capacidade de detetar movimentos demasiado rápidos para o olho humano. Por outro lado, focam com dificuldade movimentos lentos.

Audição

A audição está particularmente adaptada para detetar sons agudos (como os emitidos por pequenos roedores) que são três vezes mais altos do que aqueles que podem ser ouvidos pelos humanos.

As orelhas, pontiagudas e grandes relativamente ao tamanho da cabeça, têm a possibilidade de rodar, permitindo localizar com facilidade a origem do som e a presa.

Olfacto

Este é, talvez, um dos sentidos mais importantes para o gato. Um gato nunca come sem antes cheirar a comida. Usa este sentido para reconhecer marcas deixadas por outros gatos, sendo uma parte importante da comunicação com os da sua espécie.

Possuem um órgão (o órgão de Jacobson’s) no céu da boca, que lhes permite fazer uma análise química do ar que “saboreiam”, o que lhes trás muita e importante informação do meio que os rodeia. Pode dizer-se que também cheiram com a boca.

Paladar

Este sentido está mais desenvolvido na identificação de gorduras e proteínas, visto serem carnívoros. O sal e o açúcar não parecem ser os seus paladares preferidos, ao contrário dos cães e dos humanos.

Tato

Os gatos têm receptores de tato ao longo de todo o seu corpo, mas é na face e patas da frente que se encontram mais concentrados. Destes, os “bigodes” são os mais sensíveis. Estes pelos especiais, detetam o mais pequeno movimento do ar, tornando-se muito úteis para um caçador noturno.

Estes são animais fascinantes e vale a pena conhecer um pouco melhor os sentidos dos gatos e o seu funcionamento. Este é o primeiro passo para aprofundar a relação com o seu animal de estimação.