Raças de Cão

Labrador Retriever: o perfeito companheiro canino

Originário no Canadá, o Labrador é um cão que adora pessoas e que tem a necessidade de ser estimulado física e mentalmente. Saiba tudo sobre o descendente do cão de St. John que vivia na ilha de Terra-Nova.
O Labrador é a raça mais difundida dos Retrievers, sendo um animal muito equilibrado, ativo e ágil. Conheça tudo sobre o Labrador Retriever, desde a sua origem até às suas características principais.

História e Origem

O Labrador tem origem no Canadá, mais propriamente na costa leste do país. Esta raça descende dos cães de água St. John, que se encontram em vias de extinção, mas que no século XVIII viviam na ilha de Terra-Nova.

No início do século XX, esta raça foi introduzida em Inglaterra, para onde terá sido importada para cruzamentos com o Pointer Inglês. O Labrador Retriever é o mais difundido dos Retrievers, o que explica porque se tornou, em grande parte, num cão de companhia.

Tamanho

O Labrador Retriever adulto tem um peso que oscila entre os 25 e os 30 kg. Os machos apresentam uma estatura entre os 57 e os 62 cm, enquanto as fêmeas medem entre 55 e os 60 cm.

Pelagem

A coloração da pelagem do Labrador Retriever pode ser preta, amarela ou castanha, sendo uma pequena mancha branca é admitida no seu peito.

Em termos de comprimento e textura, pode-se dizer que corresponde a um pelo curto e denso, que deve ser escovado duas a três vezes por semana.

Personalidade

Ao nível de personalidade, o Labrador Retriever é uma excelente aposta como cão de companhia e/ou família, bem como guia de cegos, pois é extremamente meigo e afetuoso, nunca agressivo, e adora crianças.

Esta raça é muito equilibrada, denota um temperamento muito ativo, ágil e muito seguro de si mesmo. Como especial detalhe físico tem o seu faro excecional, a razão por ser conhecido como o “pointer” dos Retrievers.

Problemas de saúde mais comuns

Os labradores, quando doentes, frequentemente apresentam estas queixas:
  • Problemas articulares (displasia da anca e do cotovelo);
  • Problemas oculares (cataratas);
  • Problemas cardíacos (insuficiência valvular; cardiomiopatia dilatada);
  • Problemas dermatológicos (atopia);
  • Tumores.
A esperança média de um Labrador é de cerca de 12 anos de idade.

Os labradores têm, de facto, características que os definem como cativantes e “cães ideais” para quem deseja a companhia de um animal de estimação. A sua candura e facilidade no trato fazem com que sejam apreciados pela maioria das pessoas.