Amamentação

Quais as principais desvantagens do leite artificial?

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.

O melhor leite para um recém-nascido ou um bebé é sempre o leite materno. No entanto, a amamentação natural nem sempre é possível. É nestes cenários que os pais recorrem ao leite artificial.

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.

Antes de falarmos das desvantagens do leite artificial, é importante esclarecer que este leite não é prejudicial ao bebé. É, aliás, fundamental, principalmente se a mãe não produz a quantidade de leite suficiente para a alimentação do bebé.

Quando tal acontece, a mãe deve consultar o seu médico pediatra, que recomendará qual o melhor leite artificial para o bebé.

A grande desvantagem do leite artificial

Por natureza, o leite materno é o alimento perfeito para o bebé. Contém todos os nutrientes que ele precisa para crescer de forma saudável e com o sistema imunitário reforçado.

Quando comparamos o leite materno com o leite artificial, a grande desvantagem está na proteção da saúde do bebé contra alergias e infeções.

Enquanto o leite materno tem constituintes que protegem o bebé eficazmente contra estas situações, o leite artificial não. Não obstante, a qualidade nutritiva do leite artificial disponível no mercado hoje em dia é muito alta e muito semelhante ao leite materno.

Outros pontos menos positivos
Se por um lado a utilização do leite artificial permite também ao pai ter um papel mais ativo na alimentação do bebé, por outro lado é menos prático e mais cansativo.

O leite artificial obriga a uma preparação prévia, à utilização de biberão e tetinas e é também bem mais caro.

A ter em atenção: a saúde da mãe
O aleitamento materno é também benéfico para a saúde da mãe. Quando por necessidade ou opção ela recorre ao leite artificial, terá mais dificuldade em regressar ao peso que tinha antes da gravidez. Para além disso, a amamentação natural ajuda a mãe a proteger-se contra alguns tipos de cancro.