System.Web.Mvc.HtmlHelper`1[System.Object]
beneficios das sementes

Alimentos

Sementes: benefícios e receitas

Fique a par das diferentes variedades de sementes e dos benefícios para a saúde de cada uma delas. Saiba mais aqui!
O consumo de sementes é já uma tradição milenar na dieta mediterrânica, mas nos últimos tempos passou também a fazer parte da alimentação de muitos portugueses. A razão para isso está nos benefícios nutricionais que as sementes oferecem para a saúde.

Conheça os principais tipos de sementes que pode adicionar à sua alimentação e (com)prove estes mesmos benefícios.

Benefícios gerais das sementes

As sementes estão na origem do ciclo de vida das plantas e são ricas nutricionalmente. São fonte de minerais, vitaminas, proteínas, fibras e gorduras insaturadas, essenciais para o organismo benéficas para a saúde.

As sementes são ricas em magnésio, fósforo, cálcio, zinco e potássio, minerais que contribuem para o bom funcionamento do sistema imunitário, para uma pele bonita e saudável, para a saúde óssea e promovem o funcionamento do sistema nervoso. Para além disso, têm um bom teor de proteína, que tem um papel importante na manutenção e aumento da massa muscular.

Também ajudam no funcionamento intestinal, devido à quantidade de fibra que possuem, que mais se destaca entre os benefícios nutricionais das sementes.

Variedade de sementes e os seus benefícios específicos
 
Estes são os principais tipos de sementes e os seus benefícios nutricionais.

Sementes de Girassol

As sementes de girassol caracterizam-se pelo seu alto teor em fibra, vitamina E, vitamina B1 e B6, potássio, fósforo, magnésio e selénio. Sabia que 30 g de sementes de girassol fornecem cerca de 50 % das necessidades diárias de vitamina E recomendadas para um adulto? A vitamina E tem uma ação antioxidante e é benéfica para o sistema imunitário. São ainda fonte de proteína, o que as tornam numa ótima opção para enriquecer as suas refeições.

As sementes de girassol caracterizam-se por ter um sabor mais suave, uma textura firme e combinam muito bem com saladas, bowls ou smoothies ou até como topping de panquecas ou iogurte.

Sementes de Abóbora

As sementes de abóbora são ricas em fibra e por isso ajudam a controlar o apetite e a regular o intestino e o seu elevado teor em magnésio contribuem para a redução do cansaço e fadiga!

Mas as suas vantagens não ficam por aqui. As sementes de abóbora são ricas em vitamina k, potássio, zinco e cobre. O potássio ajuda a manter a pressão arterial normal, já o zinco é essencial para o metabolismo dos nutrientes e promove a fertilidade.

São benéficas para o sangue, uma vez que são ricas em vitamina K e fonte de ferro.

Sementes de Chia

As sementes de chia são conhecidas pelo seu alto teor em ácidos gordos ómega-3, muito importantes para o sistema imunitário e não só.

São altamente ricas em fibra, sendo que com apenas duas colheres de sopa alcança um terço da dose diária recomendada, cálcio, magnésio, fósforo e outros minerais cruciais para o bom funcionamento do organismo e prevenção de doenças dos ossos e cardiovasculares.

Sementes de Cânhamo

Especialmente para os desportistas, as sementes de cânhamo são uma mais-valia uma vez que ajudam na recuperação da fadiga muscular graças ao seu teor em magnésio.

As sementes de cânhamo são ricas em proteína vegetal e podem ser uma ótima aliada para pessoas com carências proteicas. Possuem cálcio, ferro, fósforo, zinco, magnésio e vitaminas do complexo B e vitamina E.

Como consumir sementes no dia-a-dia

Cada variedade de sementes tem as suas características nutricionais. Dos tipos de sementes que falamos, o seu consumo pode ser diário, desde que consumidas com moderação numa alimentação variada e completa. Podem ser acrescentadas a:
  • Smoothies;
  • Saladas ou bowls;
  • Iogurtes;
  • Bolos ou panquecas;
  • Papas;
  • Pão.
O consumo destas sementes pode ser feito ao natural ou combinado com outros ingredientes, dando lugar a deliciosas receitas. Confira algumas sugestões.