Cão de Montanha dos Pirenéus
Raças de Cão

Cão de Montanha dos Pirenéus: gigante dócil e corajoso

O Cão de Montanha dos Pirenéus é uma raça capaz de afastar ursos e lobos nas paisagens agrestes dos Pireneus, mas também um animal carinhosa para com o seu dono. Descubra tudo sobre esta raça, qual a sua origem e quais as principais características.
A pelagem branca, o porte grande e a personalidade corajosa do Cão de Montanha dos Pirenéus conferem-lhe uma aura de encanto. No entanto, esta raça requer um dono experiente, precisa de muito espaço e não convive bem com o calor. Descubra tudo sobre estes animais.

Origem

O Cão de Montanha dos Pirenéus é originário de França e Espanha. É uma raça reconhecida desde os tempos medievais, altura em que já trabalhava com pastores nas montanhas isoladas dos Pirenéus.

É também uma raça de cães com um lugar especial na realeza francesa, que em 1675 lhe atribuiu o título de Cão Real de França por Louis XIV.

Para além deste feito, esta é uma raça com uma história longa, sempre ligada a algum tipo de trabalho. Ora como cão de pastoreio, ora como cão de guarda de casas e castelos. Foi inclusive utilizado como cão de busca em caso de avalanches.

Na Segunda Guerra Mundial, o Cão de Montanha dos Pirenéus era utilizado como mensageiro e como cão de carga pelo exército francês. Na Bélgica e no norte de França, foi ainda utilizado para puxar carrinhos pequenos e fazer a entregue de leite.

Tamanho

Majestoso e imponente, o Cão de Montanha dos Pirenéus tem um porte muito grande, podendo medir até 78 centímetros de altura. Quanto ao seu peso, um patudo deste tamanho pode atingir os 60 quilos, no caso de ser um macho, ou os 45 quilos, caso se trate de uma fêmea.

Pelagem

Pronta para se camuflar na neve dos picos das montanhas, a pelagem desta raça é branca. Pode ainda apresentar manchas na cabeça, orelhas e base da cauda.

O Cão de Montanha dos Pirenéus precisa de um dono que admita o seu caráter contemplativo e corajoso.


O Cão de Montanha dos Pirenéus tem um pelo longo, liso e muito abundante com um subpelo fino. Na altura da muda de pelo, o dono deve ter atenção redobrada quanto aos cuidados de higiene do seu amigo de quatro patas. Já em tempos normais, a escovagem precisa de ser feita semanalmente.

Personalidade

O Cão de Montanha dos Pirenéus é dominante, independente e orgulhoso. Precisa de um dono que admita o seu caráter contemplativo e corajoso.

Não é aconselhável a donos inexperientes, uma vez que requer um bom treino. Apesar disso, é um cão dócil e afetuoso para o seu dono e família.

Pelo porte e natureza habituada à montanha, este cão precisa de muito espaço e não gosta da vida citadina. É por isso um cão de exterior, que pede muito exercício físico e que não pode estar fechado.

Problemas de saúde

A displasia da anca é um dos problemas mais comuns no Cão de Montanha dos Pirenéus. Caso viva numa zona quente, esta raça também pode sofrer com problemas de pele. De facto, este animal prefere climas frios e pode ter dificuldade a suportar o calor. 

Em situações normais, o Cão de Montanha dos Pirenéus tem uma esperança média de vida de 12 anos. A título de curiosidade, este é um dos antepassados que deu origem à raça portuguesa Cão da Serra de Aires.