Aprendizagem e Divertimento

Quais são as principais etapas no desenvolvimento da linguagem?

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.

O desenvolvimento da linguagem é sempre gradual, depende de cada criança e pode até sofrer variações ao longo do tempo. Saiba o que esperar deste processo.

Neste vídeo, abordamos o processo de desenvolvimento da linguagem e as diferenças em cada fase de crescimento.


Como evolui o desenvolvimento da linguagem?

A evolução da linguagem é gradual e segue as mesmas regras do desenvolvimento infantil em outras áreas. Os períodos de maior desenvolvimento são alternados com outros de maior acalmia e nem todas as crianças são iguais.

Nem todas as crianças são iguais. Umas têm um ritmo de desenvolvimento de linguagem mais lento e outras mais rápido. A mesma criança pode apresentar diferenças de tempos a tempos.


O desenvolvimento de linguagem nas diferentes fases de crescimento

Um recém-nascido comunica essencialmente através do choro. A partir dos 2 meses de idade, já é expectável que consiga palrar e aos 4 meses consegue rir com intenção. Aos 6 meses imita tudo o que ouve à volta, e utiliza sons monossilábicos (como “mamã”), ainda que sem compreender o seu significado.

A próxima mudança importante dá-se por volta dos 8 meses, altura em que a criança começa a exprimir-se com intenção. Dá-se um dos momentos mais importantes para os pais: a criança diz a primeira palavra. Por esta altura, também a palavra “não” ganha significado. A criança começa a aprender o significado das expressões monossilábicas e sons que até agora não compreendia, como mamã e papá.

Avançando para os 12 meses, a criança consegue compreender ordens simples, principalmente se forem acompanhadas por gestos. Aos 15 meses, utiliza entre 4 a 6 palavras. Pelos 18 meses, o vocabulário cresce para 5 a 20 palavras independentes.

Mas a coordenação frásica só chega a partir dos 18 meses, altura em que o bebé começa a conjugar palavras independentes, como “Não quero”.

Aos 24 meses, a criança deve dizer pelo menos 50 palavras. Para além disso, é estimado que consiga compreender ordens duplas, tais como “Vai buscar os sapatos e dá-os ao pai”. Começa também a utilizar a expressão “Eu”.


O atraso no desenvolvimento da linguagem é um problema frequente?
Segundo o Prof. Paulo Oom, doutorado em Pediatria pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, podem ter algum tipo de problema 8% das crianças em idade pré-escolar e até 1% em idade escolar.


Conclusão: O desenvolvimento de linguagem é um processo variável que deve ser acompanhado pelos pais.

Não há uma regra ou fórmula exata para o desenvolvimento da linguagem. Cada criança tem o seu ritmo. Acompanhe a evolução de perto, mas sem ansiedade em excesso. Peça ajuda especializada se sentir que o bebé está demasiado afastado destas orientações para cada idade.

Pediatra Paulo Oom

Prof. Paulo Oom

Paulo Oom, médico pediatra e pai de cinco filhos, faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria e da Direcção do Colégio de Pediatria da Ordem dos Médicos. É autor de vários livros na área da pediatria como "O Livro dos Pais", "Não te volto a dizer!" e "O Infectário", da Matéria Prima Edições.