Raças de Cão

Scottish Terrier: confiante e independente

O Scottish Terrier é uma das raças mais reconhecidas do mundo, popularizada por estrelas de cinema, presidentes e reis. Descubra tudo sobre esta raça.

Um cão compacto e de personalidade ativa, o Scottish Terrier é um companheiro independente e confiante. Esta raça de origem escocesa tem um caráter digno, quase humano. Saiba tudo sobre as origens e características desta raça.

História e Origem

Desenvolvido para caçar ratos, raposas e texugos nas Terras Altas da Escócia, o Scottish Terrier é uma raça ancestral. É considerado por muitos como um dos mais antigos terriers da Escócia de toda a Grã-Bretanha.

A história da sua origem esteve sempre envolvida em mistério e controvérsia. Para alguns historiadores, foi o rei James I da Inglaterra, um escocês, que no século XVII popularizou a raça. Para outros, o Scottish Terrier surgiu pela primeira vez no início do século XIX, como resultado do trabalho de um grupo de criadores de Aberdeen, Escócia, e que lhe deram o nome alternativo de Aberdeen Terrier.

Independentemente da origem, o pico de popularidade chegou na década de 1930, não da Escócia mas sim dos EUA, quando celebridades como Humphrey Bogart e Bette Davis se apaixonaram pelo "Scottie".

O "Scottie" mais famoso da história foi o companheiro constante do presidente Franklin Roosevelt, Fala, durante a Segunda Guerra Mundial.

Desde esses tempos, a comunidade de fãs irredutíveis do Scottish Terrier - o animal de origens humildes que foi escolhido por reis e presidentes - não parou de crescer.

Tamanho

O Scottish Terrier é um cão pequeno, compacto, de pernas curtas e constituição robusta. A cabeça é longa em proporção ao seu tamanho.

Estas características, juntamente com a expressão penetrante e orelhas eretas, são características marcantes da raça. De porte pequeno, pesa entre 8 e 11 Kg e a altura varia entre 25 a 28 cm.

Pelagem

O pelo do Scottish Terrier possui duas camadas, uma externa, que é mais rígida, e um subpelo macio e denso. Os padrões de cor da raça são preto, que o é mais comum, trigo ou tigrado em diferentes tonalidades. Contudo, também é possível encontrar um Scottish Terrier branco.

Os cuidados com a pelagem do Scottie são elevados, pois precisa de ser escovada regularmente para remover os pelos mortos e de ser tosquiado quase todos os meses.

Personalidade

Dotado de uma forte personalidade, o Scottish Terrier é, como muitos outros Terriers, independente, orgulhoso e obstinado, tornando-se mais reservado com a idade. A convivência com outros cães pode, por isso, tornar-se difícil. Com crianças pequenas, é importante manter a supervisão, pois costumam irritar-se com brincadeiras bruscas e carinho em excesso.

No entanto, o Scottish Terrier é muito devoto e amável com o seu dono. Apesar de não servir como cão de guarda, está sempre alerta e é bastante corajoso.

Problemas de saúde mais comuns

O Scottish Terrier tem uma esperança média de vida de 13 a 15 anos. Apesar de ser uma raça muito resistente, tem uma certa predisposição genética para algumas doenças:

Paralisia do Scottish
Manifesta-se quando o animal é submetido a esforços excessivos, paralisando os músculos e podendo afetar a coluna cervical.

Doença de von Willebrand
Uma deficiência ao nível da coagulação sanguínea.

Entre os problemas mais comuns contam-se também os neurológicos (degeneração cerebelar), dermatológicos e tumores.

O Sottish Terrier é um excelente parceiro, sempre animado, curioso e divertido. Adapta-se perfeitamente à vida na cidade e é fiel ao dono sem ser subserviente, com uma personalidade única. É um excelente membro canino para qualquer família.