Chow-Chow
Raças de Cão

Chow-Chow: juba e personalidade de leão

Majestoso, felpudo e com uma história ancestral: assim podemos definir o Chow-Chow. Descubra tudo sobre esta raça, qual a sua origem e as principais características.
A pelagem densa, a lembrar a juba de um leão, e a língua em tons de azul são duas características que saltam logo à vista no visual do Chow-Chow. E que pareceram desde logo destinar o Chow-Chow à realeza.

O nome não engana e este felpudo é originário do Oriente. Mas hoje em dia, é nos países ocidentais que demonstra a sua personalidade forte e independente.

Origem

O Chow-Chow é nativo da China e uma das mais antigas entre as raças de cães nos dias de hoje.

Trata-se de um cão com mais de 2.000 anos de história, utilizado nalguns dos impérios e civilizações mais marcantes que se estenderam da Ásia até à Europa Oriental.

Hunos, Mongóis e Tártaros utilizavam o Chow-Chow como cães de guarda, para a guerra e, por vezes, até para alimento, enquanto o seu pelo era aproveitado para vestuário.

Hoje em dia, o Chow-Chow é pouco comum na China e está muito mais presente na Europa e na América. Esta raça começou a ficar famosa nestes continentes a partir do momento em que um exemplar foi oferecido à rainha Vitória de Inglaterra.

Tamanho

O Chow-Chow é um cão de porte médio. O macho tem um peso que se pode situar entre os 20 e 25 quilos. O peso da fêmea pode variar entre os 18 e os 20 quilos.

Quanto à altura, os cães Chow-Chow  podem ir dos 45 aos 56 centímetros. 

Pelagem

A pelagem, o maior chamativo desta raça, faz lembrar a juba de um leão. O pelo é comprido, liso e muito abundante, especialmente à volta do pescoço e na parte posterior das coxas.

Esta sua pelagem densa e comprida requer uma escovagem diária e na altura da muda de pelo deverá utilizar uma escova de desbaste.

Quanto às cores, podem ser preto, vermelho, azul, ruivo, creme ou branco, com a face posterior das coxas e da cauda a apresentar tons mais claros.

Independente, corajoso, silencioso e calmo, o Chow-Chow é afeiçoado ao seu dono.


Apesar do chow-chow estar adaptado tanto a espaços interiores como a exteriores, não suporta o calor. Por isso, tenha em atenção os dias de calor e evite passeios em horas onde o sol está mais forte.

Personalidade

Um Chow-Chow é um cão independente, corajoso, silencioso e calmo. Embora reservado nas suas emoções, é afeiçoado ao seu dono.

Sendo um bom cão de companhia, o Chow-Chow não sente, no entanto, a necessidade de agradar. Há até quem o compare aos gatos por este tipo de comportamento.

Aliando isto à sua personalidade forte e independente, o chow-chow exige uma educação firme.  

Desconfiado em relação a estranhos e a outros animais, o Chow-Chow também desempenha de forma natural a função de cão de guarda.

Problemas de saúde

O Chow-Chow não é propenso a doenças genéticas. A displasia da anca é o problema mais comum que o pode afetar. Para além deste, pode ter como:
  • Problemas articulares no cotovelo;
  • Problemas oculares (cataratas, glaucoma);
  • Problemas dermatológicos e tumores.
Esta raça tem uma esperança de média de vida dos 9 aos 11 anos.

A pelagem, personalidade e respetiva necessidade de treino, e o facto de não reagir bem ao calor, são dois fatores a considerar quanto tem ou pensa comprar um Chow-Chow.

Esta é uma raça de cães majestosa. Mas exige muita paciência e disponibilidade para tratar bem deste patudo.