Raças de Cão

Dobermann: vigilante e fiel

Descubra tudo sobre a raça de cão Dobermann, qual a sua origem e quais as principais características. Saiba mais aqui.

O Dobermann é rotulado como um cão a temer, graças ao seu jeito imponente e ao corpo forte e musculado. Porém, por detrás dessa perspetiva, encontra-se uma personalidade afetuosa, leal, companheira e protetora.

Um bom amigo para toda a família, é reconhecido pela sua incrível inteligência e obediência. O Dobermann não costuma dar trabalho no dia-a-dia, e pede apenas exercício físico frequente, e um banho, tosquia ou escovagem ocasional.

Esta raça cuida e defende a família, estando sempre em alerta. Conheça uma das raças de cães mais obedientes que existe.

História e Origem

O primeiro criador, F. L. Dobermann, encarregado do canil municipal de Apolda, uma pequena cidade na Alemanha, pretendia produzir um cão de guarda. Após inúmeros cruzamentos com Pinscher, Dogue Alemão, Rottweiler, entre outras, o resultado foi um verdadeiro cão-polícia, em meados de 1890.

A árvore genealógica do Dobermann faz com que esta raça carregue em si características excelentes para as funções de trabalho necessárias na época, cumprindo requisitos como a resistência e o nível de inteligência.

Surgiu então um cão de porte elegante, muito inteligente, corajoso, confiável, atento e com um grande instinto protetor. Os primeiros Dobermanns foram apresentados em exposições caninas na cidade alemã de Erfurt, em 1897 e a raça foi reconhecida pelo American Kennel Club em 1900.

Esta raça passou por um forte risco de extinção durante a Segunda Guerra Mundial, quer pelo seu desempenho na guerra, quer pela fome. Os criadores de Dobermann na Europa ajudaram a preservar a raça.

Conhecidos como cães muito trabalhadores, foram reconhecidos como “gendarme dog”, isto é, cão policial, em português. Muitos dos cães começar a participar em caçadas para o controlo de animais predadores.

Tamanho

Esta é uma raça de grande porte. Os machos podem pesar até 45 kg, enquanto as fêmeas podem atingir os 35 kg. Podem atingir até 70 cm de altura.

Pelagem

A pelagem é negra ou castanha, com marcas de fogo nitidamente delimitadas no focinho, faces, pescoço, peitorais, membros e extremidades das nádegas. O pelo do Dobermann é curto, cerrado e liso.

O Dobermann preto é o mais popular, porém é possível também encontrá-los em castanho. Ambos possuem marcações sob a cauda, braços e patas, no ante peito e acima do focinho, assim como no alto dos olhos.

Personalidade

O Dobermann é um cão vigilante, corajoso, com uma expressão determinada, até mesmo inquietante. Tem um caráter firme, orgulhoso, equilibrado e sociável.

Extremamente fiel, dá provas de uma dedicação total ao dono. Possui um sentido de proteção inato e mostra-se muito desconfiado em relação a estranhos.

Tem necessidade de espaço e de fazer bastante exercício, para libertar a sua energia. Não gosta de estar preso e tem um perfil dominador. Por esse motivo, o treino à obediência do Dobermann deve ser trabalhado desde cedo.

Problemas de saúde mais comuns

O Dobermann é uma raça resistente a problemas de saúde, mas as consultas regulares com o veterinário são essenciais para manter a sua qualidade de vida e prevenir doenças.

As complicações de saúde mais comuns são:

Problemas cardiovasculares

Ao nível do coração, pode sofrer de cardiomiopatia dilatada, uma condição que leva ao enfraquecimento do coração e que reduz o fluxo sanguíneo no corpo, causando fraquezas e até desmaios.

Problemas articulares

O quadril pode apresentar problemas ao nível da displasia, uma má formação das articulações que pode causar dor ou problemas como a atrofia muscular e a perda de movimentos das patas traseiras.

Problemas sanguíneos

A Doença de Von Willebrand, é um problema no sangue que está relacionado com um distúrbio na coagulação causada pela deficiência de uma proteína.

A sua aparência imponente é enganadora, tendo um bom nível de adaptação e companhia. O treino dos Dobermanns é bastante rápido, devido à sua inteligência.

Apesar de os espaços exteriores serem uma verdadeira atração, o Dobermann vive bem também em apartamento, desde que lhe seja proporcionada uma rotina de exercícios, para libertar a energia acumulada.