Sangria Tinta
Tipos de vinho

Sangria: bebida fresca para partilhar

Comer, beber e lazer

Enófilo e autor do blog "Comer, beber e lazer"

Um grande jarro de Sangria fresco, com muitos amigos em redor, copos frescos e muita alegria à mistura. Existe bebida melhor para celebrar a alegria?

Comer, beber e lazer

Enófilo e autor do blog "Comer, beber e lazer"

A Sangria, bebida única em frescura e sabor, é muito apreciada no Verão mas pode ser consumida todo o ano. Descubra como consumir sangria e um pouco da sua história.

Como consumir sangria

Os ingredientes para uma boa sangria não variam muito de receita para receita. Muitos deles diversificam um pouco consoante o País onde se está ou mesmo com a região. Mas tendem a incluir sempre a fruta fresca, laranja, limão e maçã na sua base e algumas especiarias como a canela em pau.

Mas há quem também use o cravinho, um mix por vezes dito como secreto de bebidas espirituosas e vinho. O vinho, esse costuma ser tinto na maioria das receitas, mas também pode ser branco, espumante ou ainda vinho do Porto. Da mesma forma que nos preocupamos com a qualidade da fruta, também é muito importante a escolha do vinho. Com bom vinho, a Sangria vai saber muito melhor.

Ao optar por qualquer uma das receitas a atenção com a devida medida a cada ingrediente é da maior importância. A sangria tinta é a mais tradicional, preparada com vinho tinto. Mas uma sangria à base de espumante, tanto com frutos vermelhos ou amarelos, brilha não só pela frescura como pelo aspeto.

Origem da sangria

Sangria é um nome espanhol e é uma das bebidas mais tradicionais da terra de Cervantes. Porém, os primeiros a misturar vinho com açúcar, especiarias e frutas foram os gregos e os romanos.

Na época, a bebida era aquecida como vinho quente e consumida em lugares em que a água não era segura para beber. Um toque de álcool bastava para tornar a água potável e misturar frutas e especiarias diluía o vinho ao mesmo tempo que lhe dava sabor.

O nome Sangria refere-se à cor sangue do vinho tinto.


O nome "Sangria" refere-se à cor sangue do vinho tinto utilizado na bebida. Tradicionalmente, a Sangria era elaborada com Tempranillo espanhol, entre outros vinhos da região da Rioja. Mas, desde então, foram criados vários estilos de sangria.

No século XVIII, a sangria surgia em Inglaterra e em França, com uvas tradicionalmente francesas. E nascia ainda a sangria de vinho branco, espumante e a elaborada com pêssegos, chamada “Zurra”.

O que é que a sangria tem?

A sangria é uma bebida que convida ao convívio com os amigos, em qualquer altura do ano. Feita à base de frutas, especiarias e o melhor vinho, é um refresco sem rival. Venha descobrir a oferta de vinhos com Continente para preparar a melhor sangria de sempre.