gato persa
Raças de Gato

O gato Persa: serenidade e beleza exuberante

De aspeto exótico, a raça de gatos Persa é uma das mais populares do mundo. Descubra tudo sobre este felino, qual a sua origem e as principais características.
Quando tem que nomear um gato famoso pela sua pelagem, provavelmente, o seu primeiro palpite será um Persa. A pelagem desta raça, aliada ao seu focinho facilmente reconhecível e calma inigualável, deram-lhe fama internacional e foram a inspiração para uma personagem muito especial: Garfield.


História e Origem

O gato Persa atual resultou do cruzamento entre gatos de pelo comprido e gatos Angorá, ambos vindos do oriente e posteriormente levados para a Europa.

Os primeiros gatos Persa chegaram à Europa no século XVII, vindos da Pérsia (atual Irão e origem do nome da raça) e da Turquia. Itália e França terão sido as primeiras casas europeias desta raça.

Entretanto a raça evolui e hoje o gato Persa é muito diferente do seu parente ancestral. Hoje, este animal é robusto, tem uma cabeça encurtada e focinho achatado. No passado, tinha um corpo mais esguio, um focinho “normal” e uma cabeça mais longa com as orelhas bem grandes.

Tamanho

O gato Persa é considerado um gato de tamanho médio a grande. O seu peso pode variar entre os 3.5kg aos 7kg.

Pelagem

A pelagem de um gato Persa é muito delicada. Tanto o pelo como o subpelo são longos em todo o corpo. A pelagem é densa e sedosa e pode ser de qualquer cor.

Os Persas tanto são felizes a brincar com brinquedos como simplesmente a descansar.


Se tem ou pensa ter um gato Persa em casa, o mais importante a reter é isto: o animal não é capaz de fazer uma boa manutenção do seu pelo sozinho.

A sua pelagem exige muito cuidado e limpeza constante. O dono de um gato Persa deve estar disposto a escová-lo diariamente. Isto tanto ajuda a manter o pelo limpo e brilhante como evita a formação de nós, que podem obrigar à tosquia do gato.

Personalidade

Sossegado e de fácil convívio, o Persa é um gato inteligente que, ao invés de utilizar o seu miar suave para comunicar, faz-se valer muitas vezes das suas expressões.

Criaturas de hábitos, os Persas tanto são felizes a brincar com brinquedos (desde que sem grandes ruídos), como simplesmente a descansar. É um gato que se dá bem com crianças, desde que as brincadeiras não sejam muito ruidosas. E como tanta beleza chega para uma casa só, o gato Persa prefere ser o único animal. Mas se tiver mesmo de ser, adapta-se à companhia de outros gatos, desde que sejam calmos. 


Problemas de saúde

A  cabeça encurtada e o focinho achatado levam a que o gato possa desenvolver problemas dentários, respiratórios e oculares. Aliás, à semelhança do seu pelo, os seus olhos devem ser limpos todos os dias, porque lacrimejam frequentemente.

Outro problema comum entre os gatos Persas é a insuficiência renal. Este é um problema hereditário, por isso, para reproduzir o Persa, deve verificar junto do veterinário se tem o gene que causa este problema.

Um gato Persa tem uma esperança média de vida de 12 a 15 anos.


A calma, o afeto e o exotismo da sua beleza tornam um gato Persa perfeito para vida moderna num apartamento ou no interior de uma casa. No entanto, o animal gosta de ambientes sossegados. Importa dizer que o gato Persa não se adapta muito bem ao exterior. Faltar-lhe-á talvez todo o conforto que tamanha serenidade e encanto exigem.